Obra do pintor holandês, intitulada "Flor de Papoula", desapareceu do museu Mohammed Mahmoud Khalil de Arte Moderna

A obra "Flor de Papoula", do pintor holandês Vincent Van Gogh (1853-1890), foi roubada hoje de um museu do Cairo, informou o ministro de Cultura egípcio, Farouk Hosni. A pintura foi levada de manhã do museu Mohammed Mahmoud Khalil, na margem oeste do Nilo, disse Hosni em comunicado divulgado pelo Escritório de Informação de sua pasta.

Hosni anunciou que foi aberta uma investigação administrativa com todos os responsáveis do museu e com os diretores do departamento de Artes Plásticas do Ministério. O ministro também afirmou que entrou em contato com os corpos de segurança para adotar as medidas necessárias em aeroportos, passagens fronteiriças e portos marítimos para impedir a saída do quadro do Egito.

O assessor de Informação do Ministério de Cultura, Ayman el Qady, disse à Agência Efe que investigadores da Polícia já começaram a recolher impressões digitais no lugar do roubo. Instalado em um edifício erguido em 1920, o museu Mohammed Mahmoud Khalil de Arte Moderna contém obras de grandes mestres como Gauguin, Van Gogh, Renoir, Degas, Cézanne, Monet e Rodin.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.