O quadro de Amedeo Modigliani, "A Bela Romana", bateu todos os recordes de vendas do artista italiano

Quadro de Amedeo Modigliani, bateu todos os recordes de vendas do artista italiano
AFP
Quadro de Amedeo Modigliani, bateu todos os recordes de vendas do artista italiano
O quadro de Amedeo Modigliani, "A Bela Romana", bateu todos os recordes de vendas do artista italiano, e foi arrematado por US$ 68,9 milhões de dólares(equivalente a R$ 117 milhões), em leilão celebrado esta terça-feira, em Nova York.

O óleo sobre tela que exibe uma mulher seminua foi estimado em mais de US$ 40 milhões pela casa Sotheby's, mas o leilão superou com folga as expectativas no começo das vendas de arte impressionista e moderna.

O recorde anterior para uma obra de Modigliani era de 43,1 milhões para uma escultura (vendida em junho passado) e de 31,3 milhões de dólares para um quadro (2004).

Na mesma noite, outra tela de Modigliani, "Jeanne Hebuterne com chapéu" foi vendido por 19,1 milhões de dólares e "O estanque de Nenúfares", de Monet, mudou de mãos por US$ 24,7 milhões.

Os grandes leilões de outono de arte impressionista, moderno e contemporâneo comeparam com um mercado recuperado após a crise e marcado pela globalização do gosto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.