Pioneiro da internet, Peter Norton vende parte de sua coleção de arte

Leilão acontecerá em março e terá obras de Damien Hirst e Roy Lichtenstein, entre outros

Reuters |

Reprodução
'Blue Scream', de Ed Ruscha, que estará no leilão
Trabalhos de Damien Hirst, Ed Ruscha e Roy Lichtenstein estão entre as obras de arte contemporânea e do pós-guerra a serem vendidos em um leilão da Christie's em 7 de março. O evento terá também 45 obras da coleção do pioneiro do Vale do Silício Peter Norton.

O leilão - chamado First Open e que tem como objetivo colocar em evidência artistas emergentes e obras menos conhecidas de artistas estabelecidos como Andy Warhol - incluirá cinco obras doadas por artistas em prol do grupo de apoio à juventude gay The Trevor Project.

Estima-se que as pinturas de Hirst chamadas "Rubidium Chloride" liderem as vendas, arrecadando até US$ 800 mil (R$ 1,3 milhão).

"Muitas das obras representam os artistas principais do mundo da arte contemporânea que o sr. Norton apoiou desde o início da carreira", disse a Christie's em um comunicado.

Uma série anterior de obras da coleção de Norton arrecadou mais de US$ 30 milhões (R$ 51 mi) na Christie's em novembro, batendo recordes para mais de uma dezena de artistas, incluindo Paul McCarthy e Barbara Kruger.

Leia também: Quadro de Cézanne é comprado por R$ 431 milhões e vira o mais caro do mundo

Norton, que criou programas de softwares de enorme sucesso incluindo o Norton Antivirus, que depois fundiu com Symantec, é um dos colecionadores mais ativos de obras de artistas emergentes, de acordo com a Christie's.

    Leia tudo sobre: Peter Nortonarte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG