Pinacoteca abrirá filial em Botucatu-SP até fim do ano

Interior receberá obras do museu que não são expostas na capital

Agência Estado |

Getty Images
Pinacoteca: acervo de 8 mil obras
A Pinacoteca do Estado, um dos mais tradicionais museus de artes plásticas de São Paulo, vai abrir uma filial em Botucatu, a 135 km da capital. O projeto, anunciado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) durante visita à cidade, faz parte de uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura de distribuir o acervo da unidade por polos regionais do interior.

De acordo com o secretário Andrea Matarazzo, outros municípios podem ser contemplados. Ele não citou nomes, mas entre os candidatos estão Piracicaba e Itu. "Estamos identificando as cidades que sejam polos regionais e tenham condições para receber o acervo." A secretaria pretende instalar no interior também unidades do Museu da Imagem e do Som (MIS).

A Pinacoteca de Botucatu vai receber parte da reserva técnica - obras que não estão expostas - do museu paulistano. O acervo ficará no prédio do antigo fórum. "Nossa Pinacoteca em São Paulo tem uma grande reserva técnica, ou seja, quadros que estão guardados ou são substituídos e que podem ficar expostos no interior", disse Alckmin. A Pinacoteca de Botucatu deve abrir até o fim do ano.

A Pinacoteca do Estado foi inaugurada em 1905 no belo prédio do Jardim da Luz. O acervo é de 8 mil obras, principalmente dos séculos 19 e 20, mas apenas 800 estão expostas permanentemente. No núcleo dedicado a São Paulo destacam-se telas de Benedito Calixto, João Batista da Costa, Francisco Rebollo e Arcângelo Ianelli. Já a Estação Pinacoteca - para mostras internacionais - funciona no prédio do antigo Dops.

    Leia tudo sobre: pinacotecasão paulomuseu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG