Obras de Fernando Botero reinam em leilão em Nova York

Quadro "Una Familia", de 1972, foi vendido por R$ 2,25 milhões

EFE |

Divulgação
Quadro "Una Familia", de Fernando Botero
Os personagens redondos e monumentais do colombiano Fernando Botero reinaram nesta quarta-feira em um leilão de arte latino-americana realizado pela Sotheby's em Nova York, no qual várias de suas obras foram vendidas por mais de US$ 1 milhão, assim como produções de outros mestres da região, como Rufino Tamayo e Wilfredo Lam.

"Botero é um artista que tem um poder de reconhecimento instantâneo, e é um dos que mais marcaram a arte do fim do século XX", explicou à Agência EFE o vice-presidente da Sotheby's, Axel Stein.

O quadro assinado por Botero "Una familia" (1972) foi vendido por US$ 1,39 milhão (cerca de R$ 2,25 milhões), a obra mais cara do leilão e uma prova da fascinação que as produções do artista colombiano exercem sobre os colecionadores.

Segundo um especialista da Sotheby's, este quadro é uma das obras mais importantes do leilão de arte latino-americana desta quarta-feira, na qual este artista foi o maior protagonista.

O quadro de Botero faz parte de uma série de famílias que o artista iniciou na década de 1970 e que retomou ao longo de sua carreira, e retrata uma cena moderna, na qual o pai aparece sentado, enquanto a mãe está de pé e as crianças aparecem apoiadas sobre eles.

Sob o título "Fernando Botero: Uma celebração", o leilão incluiu outras obras, como a monumental escultura em bronze "Hombre a Caballo" (1992), de dois metros e meio de altura e pela qual seu comprador pagou US$ 1,17 milhão (equivalente a R$ 1,89 milhão).

A figura, tão pesada que a casa de leilões não pôde levá-la aos andares superiores de sua sede em Manhattan, exibindo-a na entrada.

Desta forma, Botero foi a grande estrela do leilão, que também incluiu obras de clássicos como os mexicanos Diego Rivera e Frida Kahlo, como mostra da riqueza e da diversidade da arte latino-americana.

Botero também estará presente nos leilões da Christie's, que nesta quinta-feira porá à venda "Colombian Landscape" por mais de US$ 800 mil e "Hommage to Bonnard" por entre US$ 500 mil e US$ 700 mil, entre diversas obras do colombiano e de outros artistas da região.

    Leia tudo sobre: Fernando Botero

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG