Obra fálica de grupo russo vence prêmio de arte estatal

Coletivo de artistas Voina doará prêmio de R$ 22,4 mil para prisioneiros políticos

iG São Paulo |

Reprodução
A obra "Pênis Capturado pela KGB"
A obra "Pênis Capturado pela KGB", do grupo de arte russo Voina, ganhou o prêmio de arte Inovação 2010 na última quinta, 6. A premiação, organizada pelo Ministério da Cultura russo, rendeu R$ 22,4 mil para o grupo, que declarou que irá doar o dinheiro para prisioneiros políticos. "Pênis Capturado pela KGB" foi feita pelo grupo em junho do ano passado: um enorme desenho de um pênis na ponte Liteiny, em São Petesburgo, que, quando é levantada, fica de frente para a sede da FSB, agência de inteligência sucessora da KGB.

A participação do Voina em um prêmio do governo russo havia gerado polêmica, tanto que a obra chegou a ser retirada da lista de indicados no início de março . O grupo é perseguido pelo governo russo devido a suas obras e instalações radicais, como virar carros de polícia de cabeça para baixo e fazer sexo dentro de um museu. Dois integrantes do grupo, inclusive, foram presos em novembro de 2010. Soltos em fevereiro, eles aguardam julgamento por vandalismo, podendo ser condenados a sete anos de prisão.

Nenhum membro do Voina esteve presente à cerimônia de premiação. Andrei Yerofeyev, o curador que anunciou o vencedor, classificou a obra como um trabalho extraordinário dentro da tradição russa de obras engajadas socialmente.

    Leia tudo sobre: voinaarte modernarússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG