O verdadeiro futebol-arte nacional

A categoria que falta nos gramados sobra nas telas da seleção de artistas plásticos que abre exposição sobre futebol no Rio

Bia Amorim, iG Rio de Janeiro |

A temática do futebol sempre foi fonte de inspiração para as mais diversas manifestações artísticas e culturais no Brasil. E em época de Copa do Mundo, essa verdadeira paixão nacional não poderia ficar restrita apenas às telas da TV. Partindo do conceito futebol-arte, Ivald Granato escalou uma seleção de onze artistas plásticos e montou a exposição “Os Onze - Futebol e Arte – África 2010 x Brasil 2014”, futebol em cores e telas que tem coquetel de inauguração na noite dessa quinta-feira (16) e entra em cartaz para o público carioca de 19 de junho a 30 de julho no shopping Fashion Mall, em São Conrado.

“Escalei a seleção canarinho das artes plásticas brasileiras. Um grupo consagrado que sempre teve o futebol como temática do trabalho. São só atletas de alta categoria, com mais de 40 anos de estrada”, brinca Ivald Granato, presidente do G-Onze - Associação para o Desenvolvimento da Arte e da Cultura – e curador da exposição, que também está em cartaz através de digigravuras (cópias digitais feitas em alta tecnologia) em São Paulo e Brasília.

Antonio H. Cabral, Antonio Peticov, Cláudio Tozzi, Gregorio Gruber, Ivald Granato, José R. Aguilar, José Zaragoza, Luiz Áquila, Luiz Baravelli, Tomoshige Kusuno, Zelio Alves Pinto foram os escalados dessa seleção de futebol-arte. Eles prometem fazer interferências complementares nas obras expostas no Rio, para dar um tom ainda mais autoral e particular, que serão leiloadas no próximo dia 23 de junho com renda em prol da Cruz Vermelha Brasileira.

Esses mesmos artistas fazem parte do coletivo que teve exposição inaugurada em primeiro de junho desse ano, no espaço cultural do Commerzbank, em Joanesburgo, África do Sul. Aos brasileiros se juntou um grupo de onze artistas plásticos locais, como se disputassem uma partida de futebol, só que no campo das artes. “Reunir em uma coletiva internacional os expoentes brasileiros nas artes plásticas juntamente com artistas sul-africanos é uma verdadeira missão e é fantástica. O vernissage reuniu mais de 500 pessoas em Joanesburgo”, disse Granato, que espera repetir o feito no Rio de Janeiro, onde o público poderá conferir as 11 digigravuras expostas na África e outras 11 telas da exposição feita em Berlim, em 2006.

A exposição “Os Onze - Futebol e Arte – África 2010 x Brasil 2014”, que tem apresentação da NET, presta homenagem ao artista plástico Rubens Gerchman, que sempre fez parte do grupo em outros coletivos e morreu em 2008 vítima de câncer. Ele deixou uma tela pronta para que a sua obra fizesse parte do movimento.

    Leia tudo sobre: futebolcopa do mundoartes plásticas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG