Nerds ganham espaço em praça ociosa

Cavaleiros Jedis, guerreiros medievais e personagens japoneses animam madrugada paulistana na Virada Cultural

Guss de Lucca, iG São Paulo |

Guss de Lucca, iG São Paulo
Batalhas inspiradas no universo de Star Wars foram algumas das atividades comentadas da Dimensão Nerd
Se durante a semana a Praça Roosevelt, localizada no centro de São Paulo, não passa de um ponto abandonado em meio a avenidas importantes da cidade, na Virada Cultural ela foi palco de encontros curiosos no espaço que ficou conhecido como Dimensão Nerd.

"A organização da Virada achou que a Praça Roosevelt estava ociosa e queria uma atividade", explica Douglas D3, um dos responsáveis pelas ações lá desenvolvidas, como as mesas de jogos de RPG, de tabuleiro e histórias em quadrinhos.

Além destas atividades, os visitantes puderam conferir apresentações diversas, como as de lutas medievais do Hednir Clã, grupo de aficionados pela cultura viking que inclusive comercializava artefatos como escudos, machados e elmos de metal - que podem chegar a custar até R$ 700,00.

Guss de Lucca, iG São Paulo
Stand do Hednir Clã com elmos e escudos à venda
"Temos dois tipos de apresentações: as free play, em que cada combatente usa suas habilidades naturais em combate, e as coreografadas, com golpes previamente ensaiados", explicou Lucas Drovandi, do Hednir Clã, garantindo que a primeira opção pode render marcas roxas na pele, dependendo do entusiasmo dos participantes.

Mas a grande atração da Dimensão Nerd foram as paradas de cosplay, modalidade em que fãs vestem-se como seus personagens preferidos de animês, mangás e outros universos conhecidos pelo público nerd, como os das séries Harry Potter , Senhor dos Anéis , Star Trek e Star Wars .

"Só a Parada Cosplay trouxe 500 participantes para a Dimensão Nerd, assim como a Parada Star Wars trouxe mais 400", contou Edi Carlos Rodrigues, organizador dos eventos envolvendo cosplay. "Nos inspiramos nas paradas que acontecem no Japão durante o World Cosplay Summit, campeonato mundial em que o Brasil é bi campeão", completou.

O ponto alto das apresentações foi a simulação de combate baseada na série Star Wars , organizada por cinco clubes formados por fãs dos filmes. O público vibrou principalmente com a interferência do vilão Darth Vader, interpretado por Victor Cabral. "Apesar da figura do Vader ser associado ao mal, é uma figura de presença. Senti São Paulo inteiro gritando nos meus ombros", afirmou o cosplayer pouco antes de tirar sua fantasia.

Resta torcer para que nas próximas edições da Virada Cultural a Praça Roosevelt volte a ganhar as cores e fantasias da Dimensão Nerd.

    Leia tudo sobre: Virada CulturalDimensão NerdParada Cosplay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG