Yelle traz sua tektonik pela primeira vez ao Brasil

Maria Rita Fava |

Eu amo São Paulo. Obrigada. Foi assim que à uma hora da madrugada desta quarta-feira, a cantora francesa Yelle finalmente subiu no palco apertado do Clube Glória, em São Paulo.

Acompanhada de sua banda, a diva da Tektonik, estilo de dança que mescla a música eletrônica e o hip hop, cantou pela primeira vez no Brasil na estréia da festa IM//A\\PARTY.

Fashionistas, descolados e imprensa que se amontoaram na pista para assistir de perto ao show (detalhe: a pista estava praticamente vazia antes de Yelle aparecer) não sabiam se dançavam, pulavam ou tiravam fotos.

O auge se deu quando a moça entonou a famosa A cause des Garçons, que de tanto sucesso mereceu bis ao final.

Uma das mais animadas era a estudante Kamilla, 18, que veio de Brasília especialmente para o show. Sou muito fã, não perderia por nada a oportunidade de vê-la, diverte-se entre um pacinho e outro com uma revista autografada a tira colo.

O argentino Federico Lamas aproveitou que estava de passagem por  São Paulo para se jogar. Dei sorte, comemora.

Além da presença de palco e carisma, Yelle não deixou a desejar no visual. Vestia legging brilhante, tênis laranja e vestido com detalhes multicoloridos.

A maquiagem caricata, apesar dos movimentos intensos e loucurinhas da cantora no palco, permaneceu praticamente intacta durante os aproximados 60 minutos de show. Curto, porém digno de causar cansaço no dia seguinte.

Leia mais sobre Yelle

    Leia tudo sobre: yelle

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG