Winehouse alega inocência em caso de agressão

Liberada sob fiança, cantora vai a julgamento em julho

Redação com agências internacionais |

Amy Winehouse se declarou inocente da acusação de agressão a uma fã durante uma festa no ano passado. A diva dona das manchetes dos tabloides participou de uma audiência em Londres na manhã desta terça-feira.

Winehouse precisou ser amparada
ao sair da corte em Londres / AP

Apesar de ter chegado atrasada, a cantora posou para os fotógrafos antes de entrar no tribunal. Durante a breve sessão, alegou inocência perante o juiz. Ela é acusada de atacar uma fã que pediu para tirar uma foto durante uma festa beneficente em Londres, no dia 26 de setembro.

Perguntada por seu nome completo, e na presença do pai, Mitch, a cantora respondeu contundente: "Amy Jade Civil", dando o sobrenome do ainda marido, Blake Fielder-Civil. O pai da artista culpa Fielder-Civil pelos problemas da filha com as drogas, o que prejudicou o sucesso de Winehouse nos palcos.

Winehouse vai voltar ao tribunal em julho, quando será realizado o julgamento. Ela foi liberada perante pagamento de fiança.

No início deste mês, Amy Winehouse não conseguiu um visto de trabalho para os Estados Unidos para se apresentar em abril no festival de Coachella, na Califórnia, ao lado de personalidades como Paul McCartney e The Killers, devido às acusações de agressão.

    Leia tudo sobre: amy winehouse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG