Vocalista do Jamiroquai não teria ido a festa por “não saber se controlar”

As bandas The Asteroids Galaxy Tour e Macaco, que se apresentaram no Rock in Rio, prestigiaram a festa de cinco anos da revista Rolling Stone

Priscila Bessa, iG Rio de Janeiro |

Ag Mural da Fama/Rogério Fidalgo
A banda dinamarquesa The Asteroids Galaxy Tour pretende voltar ao Brasil no ano que vem
Presença ilustre mais aguardada da festa em comemoração pelos cinco anos da revista Rolling Stone brasileira, na noite de quarta-feira (28), no Morro da Urca, zona sul do Rio de Janeiro, o vocalista da banda Jamiroquai , Jay Kay , preferiu deixar a possibilidade de curtir uma balada carioca para depois da apresentação que fará no Rock in Rio . Somente os músicos da banda britânica, que se apresenta no festival na quinta-feira (29), estiveram na festa.

Ag Mural da Fama/Rogério Fidalgo
Darryl Jones, ex-baixista dos Stones, procura parceria no Brasil
Apesar de não haver uma posição oficial sobre a ausência de Kay, rumores davam conta que o motivo seria o hábito do cantor de não “conseguir se controlar” em noitadas. O líder do Jamiroquai já afirmou em entrevistas estar livre do vício em cocaína, mas disse não ter abandonado por completo os “velhos costumes”, pois costuma beber sem muita moderação.

Mesmo sem o Jamiroquai completo, a festa contou com a presença de bandas internacionais que se apresentaram no Rock in Rio. A vocalista da banda dinamarquesa The Asteroids Galaxy Tour , Mette Lindberg, que tocou no primeiro dia do festival no palco Sunset, falou sobre a experiência de se apresentar no Brasil. “Acho que correu tudo bem. Foi a minha primeira vez tocando aqui e então eu não sabia o que esperar, mas as pessoas pareceram bem felizes e cantaram junto. Muito bacana”, disse Mette, que tem aproveitado os dias de folga para fazer programas turísticos como visitar o Cristo Redentor e ir à praia.

Sobre o público brasileiro, afirmou: “Eu gostei. As pessoas aqui são abertas, relaxadas e sexy”. Segundo ela, a banda pretende voltar ao Brasil para fazer shows no ano que vem, quando o grupo lança seu segundo álbum. A mistura no “cenário” da cidade foi o que mais chamou a atenção da dinamarquesa. “Acho tudo no Rio muito lindo. O mar, os arranha-céus, as árvores e as favelas são uma mistura muito bonita. Gosto dessa combinação, acho muito intensa”, concluiu.

Ex-baixista dos Rolling Stones , Darryl Jones, também esteve presente e declarou ser apaixonado pelo Rio. “Vim pela festa, para o Rock in Rio, para rever alguns amigos e conhecer músicos. Penso em voltar a trabalhar em breve. Talvez faça alguma coisa com o Arnaldo Brandão”, disse ele, que garante não ter recebido nenhum convite para participar de uma possível turnê planejada pelos Stones para comemorar os 50 anos da banda. “Eu não faço mais parte da banda, mas seria bom tocar com eles de novo”, comentou.

A banda espanhola Macaco, o vocalista do Capital Inicial , Dinho Ouro Preto e Marcelo D2 também marcaram presença.

    Leia tudo sobre: rolling stonejamiroquairock in rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG