Vindo ao Brasil pela terceira vez, Millencolin fala sobre shows no país

Redação iG Música |

Acordo Ortográfico

São 16 anos de estrada e sete álbuns no currículo que fazem do Millencolin um dos principais nomes do hardcore atual. Baseado em Örebro, Suécia, o grupo está de malas prontas para vir ao Brasil pela terceira vez, agora para quatro apresentações. Eles tocam em Fortaleza no próximo dia 10, em São Paulo dia 11, chegam a Curitiba dia 12 e encerram a turnê em Porto Alegre dia 13.

A banda volta ao Brasil em busca dos shows insanos e pessoas legais que carregam como lembranças de suas visitas anteriores ao país. Traz também um novo álbum na bagagem, o trabalho Machine 15 que chegou às lojas em abril deste ano.

Em turnê pela Europa e preparando-se para a viagem à América do Sul, o baterista Fredrik Larzon falou ao iG Música sobre suas lembranças do Brasil e o que os fãs podem esperar dessa passagem da banda pelo país.

A maioria dos artistas vem ao Brasil uma ou duas vezes em toda a carreira. Vocês estão vindo pela terceira vez, como isso aconteceu?
Larzon:
Foi sempre tão bom aí e as pessoas foram muito legais com a gente. Shows insanos, ótimos momentos é o que nos atrai.

Como é a sua relação com os fãs brasileiros?
Larzon:
Recebemos muitas mensagens de fãs brasileiros e tentamos responder o maior número que conseguimos, mas é impossível responder a todas. Há um grupo de brasileiros realmente legais que está fazendo um ótimo site para fãs da banda, o www.millencolin.com.br .

Quais são suas lembranças do Brasil?
Larzon:
Tenho muitas lembranças ótimas: shows bacanas, assistir a jogos de futebol enormes, jogar futebol na praia de Copacabana, ir a ótimos bares e conhecer pessoas legais.

Como serão os shows dessa vez?
Larzon:
Vamos agitar o máximo que pudermos, isso é uma promessa. Vamos tocar músicas de todos os álbuns e algumas surpresas. Espero que vocês gostem.

O que vocês têm achado da repercussão de Machine 15 até o momento?
Larzon:
Nós nos sentimos bem e temos muito orgulho dele. Algumas pessoas amam o disco, outras não, e está tudo bem.

A banda está junta há mais de 15 anos. Como vocês mantêm a empolgação no palco após tanto tempo?
Larzon:
 Nos conhecemos bastante e tentamos nos divertir juntos e fazer a melhor música que pudermos. Tocar ao vivo é o que mais amamos fazer, então eu sou grato por poder tocar minha música e viajar para todos os lugares.

Millencolin no Brasil

Fortaleza
Ceará Music
Dia 10 de outubro
Ingressos: R$ 36 a R$ 324
Site: http://www.cearamusic.com.br/

São Paulo
Dia 11 de outubro
Local: Espaço das Américas
Ingressos: R$ 160 a 240
Site: www.espacodasamericas.com.br

Curitiba
Curitiba Master Hall
Dia 12 de outubro

Porto Alegre
Centro de Eventos Casa do Gaúcho
Dia 14 de outubro
Ingressos: R$ 30

Leia mais sobre Millencolin

    Leia tudo sobre: millencolin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG