U2 mata saudade de casa e leva turnê à Irlanda

Banda fez primeira de três apresentações em Dublin, sua cidade-natal

Redação com AP |

O U2 fez na noite de ontem o primeiro de três shows no Croke Park, em Dublin, na Irlanda, cidade-natal da banda. Emocionado, o vocalista Bono Vox disse que os outros shows da turnê europeia do álbum No Line on the Horizon foram apenas um "aquecimento" para a temporada na capital irlandesa. "Vocês sabem que o melhor lugar para assistir ao U2 é aqui", gritou ele, diante de 80 mil espectadores.

E não é só Bono que aparece acreditar nisso. No público, se podiam ver bandeiras de diversos lugares do mundo, como Brasil e Japão. Além disso, a capacidade hoteleira da capital irlandesa está praticamente lotada durante o período dos shows. Mesmo assim, o crescimento do desemprego no país fez com que vários lugares da plateia permanecessem vazios, na primeira apresentação do U2 na Irlanda que não teve ingressos esgotados desde 1980.

De qualquer forma, a recepção do público local à milionária "360 Tour" não poderia ser melhor, até porque Bono fez mais de uma saudação patriótica aos fãs. "Somos invencíveis. Dos destroços da revolução de 1916 construíram um belo estádio e, mais importante, um grande país", disse ele, se referindo à revolta pela independência abafada com violência pelo império britânico. "Não há que não possamos fazer se acreditarmos em nós mesmos", concluiu.

Depois de encerrar sua passagem pela Irlanda, na segunda-feira, o U2 segue pela Europa até metade de agosto, quando então faz as malas para levar a turnê à América do Norte.

    Leia tudo sobre: u2

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG