Tribunal que julgava Lil Wayne é evacuado em NY

Sentença de um ano de prisão para rapper era esperada hoje

AFP |

Um incêndio aparentemente acidental fez com que fosse evacuado o edifício dos tribunais de Nova York, onde se esperava, entre outras decisões, a condenação nesta terça-feira do cantor de rap americano Lil Wayne.

"Os tribunais foram esvaziados", disse um porta-voz do departamento dos Bombeiros de Nova York, informando que o fogo, que surgiu às 10h29 locais (12h29 de Brasília), deixou apenas feridos leves.

Segundo o porta-voz, entre os feridos há cinco bombeiros, um civil e um preso. O fogo começou em uma sala provisória, construída no subsolo e onde os operários que reformavam o edifício guardavam seus pertences.

En um dos tribunais, era esperada nesta terça-feira a condenação de Wayne a um ano de prisão, após admitir ser culpado por posse ilegal de arma. Ao se declarar culpado, o cantor de 27 anos evitou um julgamento em que poderia obter uma pena maior, de até 15 anos de prisão.

Lil Wayne, cujo verdadeiro nome é Dwayne Michael Carter, admitiu ante um tribunal de Nova York que portava, a bordo do ônibus de turnê de seu grupo musical em 2007, um revolver carregado.

O promotor propôs uma condenação de um ano, que o rapper aceitou. A sentença seria pronunciada formalmente nesta terça-feira, mas não se sabe se o incêndio fará com que seja adiada. Lil Wayne recebeu quatro Grammys neste ano, incluindo o de melhor disco de rap.

    Leia tudo sobre: lil wayne

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG