Titãs recebe homenagem no Prêmio Multishow de Música Brasileira

Em noite marcada por premiação equilibrada e gafes, Titãs dedica homenagem a ex-companheiros de banda

Luisa Girão, iG Rio de Janeiro |

Fabrizia Granatieri
Sérgio Britto, Branco Mello, Paulo Miklos e Tony Belloto tocaram "Sonífera Ilha"
O grupo Titãs foi o grande homenageado na 17ª edição do Prêmio Multishow de Música Brasileira, na noite desta terça-feira (24), no HSBC Arena, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Apresentado por Fernanda Torres e Bruno Mazzeo, a cerimônia teve um equilíbrio na premiação, pois não teve grandes vencedores, e marcou a consagração de bandas jovens como Restart, Cine e Luan Santana.

Maria Gadú só ganhou um prêmio (Melhor Álbum), mas foi o destaque da noite. De saia, uma novidade em seu figurino, a cantora subiu ao palco para cantar ao lado de Caetano Veloso e ainda se apresentou na homenagem para os Titãs. “Estou muito feliz. Cantar com Caetano é uma honra porque ele é muito importante para minha vida e carreira”, afirmou ela, que ficou contente por ter ganhado um troféu rosa, sua cor predileta.

O Prêmio Multishow procurou uma maior interatividade na edição desse ano. Além dos internautas escolherem os vencedores, eles puderam mandar fotos com seus artistas prediletos – para aparecer no telão da premiação – e vídeos para concorrer na categoria TVZé, que elege a melhor paródia ou versão do clipe de uma música nacional.

Shows

Produtor musical do evento, Liminha escalou atrações para lá de duvidosas. Cláudia Leitte e a dupla sertaneja Victor & Leo apresentaram a sua versão para “Pais e filhos”, de Renato Russo, enquanto a Banda Cine e Lu Alone fizeram um medley de “A Usurpadora” e “I Love Rock’n’roll”, que não empolgaram muito a plateia.

fabri
Maria Gadu e Caetano Veloso cantaram "Rapte-me, camaleoa"
Nando Reis e Skank cantaram “Vem Morena”, de Gonzagão, enquanto Maria Gadú e Caetano Veloso dividiram os vocais de “Rapte-me, Camaleoa”. Os destaques ficaram para apresentações de Copacabana Club e dos ingleses Bombay Bicycle Club, que se apresentaram pela primeira vez no Brasil.

Gafes

Programa ao vivo sempre tem alguns desencontros na produção. Fernanda Torres, ao anunciar o vencedor da categoria revelação, chamou ao palco a banda Moveis Coloniais de Acaju, vencedora de melhor Experimente, no lugar de Luan Santana. Em outro momento, a atriz chamou Mayana Moura e Fiuk para apresentar a categoria DVD, enquanto o representante de Ivete Sangalo, que faturou melhor show, ainda estava subindo no palco para receber o prêmio.

Fernanda Lima e Luan Santana apresentaram a categoria de melhor cantora e fizeram algumas brincadeiras, que não surtiram muito efeito na plateia. “Essas piadas nunca dão certo na hora, né?”, justificou a atriz. Já a banda Restart foi vaiada pelo público ao subir no palco para receber o prêmio de melhor música por “Recomeçar”. “Nenhum artista tem unanimidade de público. Não esperamos ter também. Estamos tão felizes com o nosso primeiro prêmio, que a vaia é um pontinho bem pequeno na nossa noite”, afirmou Pe Lu, vocalista da banda.

Homenagem aos Titãs

Para fechar o prêmio foi feita uma grande homenagem aos Titãs com Ana Carolina, Maria Gadú e Negra Li cantando sucessos da banda como “Comida”, “Marvin” e “Epitáfio”. Depois, foi a vez da atual formação (Tony Bellotto, Paulo Miklos, Branco Mello e Sérgio Brito) subir no palco e tocar “Sonífera Ilha”. “Quero estender essa homenagem a todos os companheiro e ex-Titãs: Nando Reis, Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer, Charles Gavin e a todo mundo que deu sangue, suor e lágrimas para construir isso aqui”, falou Tony Belloto.

Os Titãs ainda estavam indicados ao prêmio de melhor grupo do ano, mas perderam o título para a Banda Cine, que faz parte de uma nova geração da música brasileira. “Acho bacana essa mistura, dá um frescor. A gente deseja que todas as bandas iniciantes cheguem a este momento, que estamos vivendo, e possam receber algo tão bacana como a homenagem que recebemos”, disse Paulo Miklos.

Confira a lista dos ganhadores do 17° Prêmio Multishow de Música Brasileira:

Melhor instrumentista - Rodrigo Tavares (Fresno)
Melhor música - Restart ("Recomeçar")
Revelação - Luan Santana
Melhor Clipe - NXZero ("Espero a minha vez")
Melhor DVD - Pitty ("Chiaroscope")
Melhor Grupo - Banda Cine
Melhor Show - Ivete Sangalo
Melhor Cantor - Samuel Rosa
Melhor Cantora - Ana Carolina
Melhor Álbum - Maria Gadú ( Maria Gadú )
Artista Sertanejo - Victor & Leo
Experimente - Móveis Coloniais de Acaju
TVZé - Thiago Cardoso ("As Máscaras" - Claudia Leitte)
Homenagem - Titãs

    Leia tudo sobre: premio multishow

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG