Titãs apostam em antigos sucessos em novo show

Banda estreou turnê do álbum Sacos Plásticos em São Paulo

Augusto Gomes |

Este ano, os Titãs lançaram seu 12º álbum de estúdio, Sacos Plásticos . O disco foi produzido por Rick Bonadio, o homem por trás de bandas como NX Zero e Fresno. Sua presença, sozinha, já valeu críticas à banda. E o álbum, convenhamos, realmente é fraco. Mais ainda: é o pior trabalho dos 27 anos de carreira do grupo.

A boa notícia é que, ao vivo, os Titãs estão bem melhores que em estúdio. O grupo estreou sua nova turnê neste sábado (19) no Citibank Hall, em São Paulo, fazendo uma aposta sábia: muitos sucessos antigos e poucas novidades de seu trabalho mais recente. Sem surpreender, mas com muita competência.

Fotoshow: veja imagens do show dos Titãs em São Paulo

No palco, estavam apenas os cinco integrantes do grupo, sem músicos de apoio: Sérgio Britto, Paulo Miklos, Branco Mello, Tony Bellotto e Charles Gavin. O resultado foi um som mais cru e espontâneo. Melhor ainda: deixou bem claro que a banda, mesmo depois de quase três décadas de estrada, ainda sente prazer em tocar junta.

O repertório foi uma espécie de retrospectiva da história dos Titãs. Passou pelo pop de "Sonífera Ilha" e "Televisão" e pelo rock sujo de "Polícia" e "Lugar Nenhum", não ignorou canções de Arnaldo Antunes e Nando Reis, lembrou Marcelo Frommer em "Epitáfio" e até passou por metade das faixas de Sacos Plásticos .

A banda ainda faz um segundo show em São Paulo neste domingo (20), também no Citibank Hall. Depois, segue para Belem e Manaus.

    Leia tudo sobre: titãs

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG