The Who traz polêmica ao show do Super Bowl

Envolcimento com pornografia infantil deve reavivar clima do mamilo de Janet Jackson

Redação |

O show do intervalo do Super Bowl, jogo final da liga de Futebol Americano (NFL) nos Estados Unidos, acaba de entrar numa nova polêmica - que promete rivalizar com o incidente que ocorreu em 2004, quando a roupa de Janet Jackson revelou um de seus seios ao vivo .

Isso porque diversos grupos anti-pornografia infantil estão lutando para tirar a banda de rock The Who da escalação do evento. O motivo é simples: a denúncia que o guitarrista Pete Townshend recebeu em 2003, quando foram encontradas imagens de sexo com crianças no seu computador.

Na época o roqueiro disse que estava fazendo pesquisas sobre pornografia infantil, mas isso não convenceu muita gente, como Evin Daly, fundador e presidente da organização Child AbuseWatch. "O Super Bowl é um evento familiar. Quando Janet Jackson mostrou seu mamilo as pessoas ficaram loucas. Dessa vez a reação será pior", disse ele.

O vice-presidente da NFL, Joe Brown, respondeu por meio de uma carta que Townshend nunca foi acusado formalmente por nenhum crime desse tipo.

O Super Bowl vai ao ar em 7 de fevereiro de 2010, direto da cidade de Miami, nos Estados Unidos.

    Leia tudo sobre: janet jacksonpete townshendthe who

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG