Segundo jornal, Joe Jackson não estaria no que se acredita ser o mais recente testamento do cantor

Uma reportagem publicada nesta terça-feira pelo diário financeiro "The Wall Street Journal" afirma que o pai de Michael Jackson, Joseph, não estaria contemplado no que se acredita ser o mais recente testamento do cantor, escrito em 2002.

De acordo com o jornal, o testamento divide os ativos do cantor entre "sua mãe, os três filhos e uma ou duas instituições de caridade".

"Um ou dois testamentos anteriores surgiram desde a morte de Jackson na quinta-feira passada, de acordo com pessoas familiares com a situação. A (agência de notícias) Associated Press informou que os pais de Jackson, Joseph e Katherine Jackson, disseram em um documento enviado à Justiça crer que o cantor morrera sem um testamento válido", afirmou o jornal. "Acredita-se que Joseph Jackson não está incluído no testamento mais recente."

Leia a matéria completa no Último Segundo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.