Sting luta pela educação no México

Músico pede salários mais altos para professores e prepara show beneficente

EFE |

Getty Images
O sempre politizado Sting
O cantor britânico Sting disse que a educação deveria "atrair as mentes mais brilhantes da sociedade" e que os professores deveriam receber salários melhores.

"O nível de renda dos professores deveria ser mais alto", disse o músico, que fará um show beneficente na capital mexicana para arrecadar fundos em favor da educação.

O show "é para os professores que não recebem o suficiente, por isso me tornei uma estrela do rock", brincou o ex-líder do The Police, que já deu aulas, em entrevista coletiva, na qual afirmou que se os salários subissem talvez abandonaria sua guitarra para voltar às salas de aula.

O show no México, faz parte de uma série de apresentações que já levou Sting a Caracas e a Bogotá.

Em cada país, o programa "Learning for Life" apoiou diferentes causas, como a capacitação de profissional de comunidades rurais na Colômbia e Venezuela, e a educação, no caso do México.

Os cerca de 5,1 milhões de pesos (US$ 400 mil) que devem ser arrecadados serão destinados a professores e alunos. Com o dinheiro serão capacitados 5 mil professores de educação básica e serão fornecidas bolsas de estudos a 210 estudantes.

"Eu era um bom professor de música e de futebol, mas era ruim dando aulas de matemática", contou Sting.

    Leia tudo sobre: StingLearning for Life

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG