Sting encerra festival de Viña del Mar

Ex-vocalista do Police se apresentou ao lado de orquestra no litoral do Chile

EFE |

EFE
Repertório do show teve até música inspirada em história das mulheres chilenas
Após 29 anos de sua última apresentação no Festival de Viña del Mar, o músico britânico Sting na noite de ontem à Quinta Vergara para encerrar a série de shows com chave de ouro.

O artista britânico iniciou o concerto com "If I Ever Lose My Faith in You", na qual esteve acompanhado pela Orquestra da Universidade do Chile. Os decibéis aumentaram com a canção da banda The Police "Every Little Thing She Does Is Magic", a segunda da lista.

"Boa noite, estou muito feliz de estar aqui com vocês. Estou muito orgulhoso de tocar com a Orquestra Sinfônica do Chile", foram as palavras com as quais o artista britânico se apresentou ao público de Viña del Mar, que saudou o rei Roberto Carlos na segunda-feira .

As clássicas "Englishman in New York" e "Roxanne" foram duas das canções mais festejadas, perdendo apenas para "They Dance Alone", que o músico britânico compôs inspirado nas mulheres chilenas que dançam em frente às fotos de seus maridos desaparecidos.

"Cantarei esta música como um pedaço de história, porque é minha conexão com o Chile", revelara o artista na entrevista coletiva que concedeu antes da apresentação.

A aclamada "Every Breath You Take" foi a canção escolhida por Sting para apresentar sua banda e se retirar do palco, ao qual voltou instantes depois para o bis com "Desert Rose" e "She's Too Good For Me".

O cantor, porém, teria que voltar uma vez mais, desta vez para receber a Gaivota de Ouro, prêmio concedido no festival em poucas ocasiões.

    Leia tudo sobre: stingviña del marchile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG