Sonny Rollins abre edição carioca do Tim Festival em grande estilo

Carlos Augusto Gomes |

Acordo Ortográfico

Ele entrou no palco com um andar vacilante. O corpo estava arqueado, as pernas parecendo não muito firmes. Mas bastou ele começar a tocar que para a impressão de fragilidade desaparecer imediatamente. Estávamos, afinal, diante do saxophone colossus , Sonny Rollins.

Aos 78 anos, o músico mostrou fôlego de principiante na apresentação desta quinta-feira na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. Foi o show de abertura da edição carioca do evento - o músico também já havia feito a primeira apresentação do Tim em São Paulo, na terça (21).

Veja fotos do show de Sonny Rollins

No Rio, Rollins teve tratamento de astro pop. Tocou na maior tenda do festival, a mesma que recebe o rapper Kanye West nesta sexta e o trio britânico Klaxons no sábado. O gigantismo do palco, no entanto, acabou prejudicando o show, pelo menos no início.

As mesas mais distantes só conseguiram ver o saxofonista pelos telões ao lado do palco. Nas mais próximas, havia vários lugares vazios, até mesmo na primeira fila. Mas isso não durou muito tempo. Aos poucos, o público foi diminuindo a distância entre ele e Rollins.

Primeiro, as mesas vazias foram ocupadas. Depois, as pessoas começaram a se sentar no chão, no espaço entre o palco e a primeira fila. Resultado: no bis, o gargarejo já estava completamente tomado. E por pessoas de pé mesmo.

A apresentação começou com uma energética versão de "They Say It's Wonderful". Depois, foi a vez de uma suave (e muito aplaudida) "In a Sentimental Mood" e uma animada "Don't Stop the Carnival". Rollins solou longa e inspiradamente.

Quando não tocava, acompanhava os demais integrantes de sua (ótima, por sinal) banda com um sorriso nos lábios, ou mesmo estalando os dedos. Mesmo depois de quase sessenta anos de carreira, parecia estar se divertindo tanto quanto o público.

As primeiras palavras trocadas com o público só vieram quase no final do show. Foi quando Rollins agradeceu aos ladies and gentlemen presentes, e ainda prometeu voltar ao Brasil o mais rápido possível.

Os aplausos fizeram com que ele voltasse para um bis não planejado: uma inspiradíssima versão de "St Thomas", clássico daquele que é considerado seu melhor álbum, Saxophone Colossus .

Rollins encerra sua turnê pelo Brasil neste sábado, com um show gratuito no Parque Ibirapuera, em São Paulo, às 11h. Já o Tim do Rio de Janeiro continua com Kanye West e MGMT (sexta) e Klaxons (sábado), entre outros.

Leia mais sobre Tim Festival

    Leia tudo sobre: sonny rollinstim festival 2008

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG