Smiths recusam US$ 50 milhões por shows

Reunião do grupo não tem nada a ver com dinheiro, afirma guitarrista

Redação iG Música |

O guitarrista Johnny Marr revelou que recebeu uma oferta de mais de US$ 50 milhões (algo em torno de R$ 97 milhões) para organizar uma volta do grupo The Smiths, mas considerou a oferta "muito obscena".

A informação surgiu durante uma entrevista feita pela rádio britânica Xfm, quando o músico foi indagado sobre os eternos rumores de uma volta da banda encabeçada por ele e pelo vocalista Morrissey.

"Eu acho que já nos ofereceram US$ 50 milhões por três... possivelmente cinco shows. É muito obsceno e muito grosseiro", afirmou Marr.

Porém, com a crise entre Morrissey e o baterista Mike Joyce, que em 1996 abriu um processo exigindo o mesmo valor de royalties do cantor e do guitarrista, uma reunião dos Smiths não deve acontecer. Na ocasião Morrissey inclusive teria dito que preferia "devorar seus próprios testículos a reunir a banda".

"Não tem nada a ver com dinheiro", afirmou Marr. "É algo abstrato, algo bastante casual".

    Leia tudo sobre: johnny marrmorrisseythe smiths

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG