Shows e CDs prestam homenagem a Johnny Alf

Caixa "Johnny Alf - Entre Amigos" é lançada com série de shows em São Paulo

Agência Estado |

AE
Cantor Johnny Alf, em foto de 2001
A caixa com três CDs "Johnny Alf - Entre Amigos" foi oficialmente lançada no sábado, 12, com show no Centro Cultural São Paulo (CCSP) pela série "Johnny Alf - A Bossa e Outros Tons", com outros shows previstos para os dias 19, 20, 26 e 27. "As primeiras mil caixas já foram vendidas e a gravadora teve de fazer uma segunda tiragem. A receptividade está sendo grande. E Johnny Alf não foi um grande vendedor de disco", diz Thiago Marques Luiz, que, além de ser o produtor da caixa, assina, em parceira com Nelson Valencia, o roteiro e direção artística da série no CCSP.

O material que está na caixa foi registrado ao longo do tempo com a ajuda de Valencia. Empresário e amigo de Alf, ele gravava os shows a pedido do artista, que queria ouvir a si mesmo depois. O hábito perdurou ao longo dos anos em que os dois trabalharam juntos. Quando Johnny morreu em março do ano passado, aos 80 anos, já existia o projeto de um disco da amiga Alaíde Costa cantando só músicas do compositor. "Ela fazia isso em shows, já tinha repertório, músicas arranjadas. Era só gravar", conta Thiago, que assinou a produção do trabalho da cantora. Com a morte de Alf, Valencia procurou Thiago, sugerindo-lhe ampliar o projeto - afinal, ele ainda conservava consigo os registros de shows do músico carioca.

A caixa agrupa três CDs: o premeditado "Alaíde Canta Johnny - Em Tom de Canção", mais "Johnny Alf Ao Vivo e à Vontade com Seus Convidados" (que traz os registros de shows) e "Johnny Alf Por Seus Amigos", com composições de Johnny interpretadas por músicos que têm conexão artística e/ou afetiva com ele, como Joyce, Leny Andrade, Emílio Santiago e Wanderléa.

No projeto "Johnny Alf - A Bossa e Outros Tons", intérpretes que participaram da gravação do disco "Johnny Alf Por Seus Amigos" - como Wanderléa, Claudette Soares, Toquinho, Zé Renato e Claudia Telles - repetem a experiência, desta vez diante da plateia. Outro convidado da série, Cauby Peixoto ganhou registro ao lado de Johnny no disco "Johnny Alf Ao Vivo e À Vontade com Seus Convidados", nas canções "Gesto Final" e "Ilusão à Toa', um dos grandes sucessos do compositor. Sem esquecer de Alaíde Costa, que homenageou o amigo no já citado álbum-tributo e abriu a programação de shows no CCSP no sábado, com Zé Luiz Mazziotti.

SERVIÇO
Johnny Alf - A Bossa e Outros Tons
Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso)
Dias 19 e 26, às 19h; dias 20 e 27, às 18h
Entrada gratuita

    Leia tudo sobre: johnny alfccspsão paulobossa nova

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG