Show da Dave Matthews Band sacode fãs no Rio de Janeiro

Marina Morena Costa |

Acordo Ortográfico

Dois dias depois de se apresentar em São Paulo, no festival About Us, a Dave Matthews Band subiu ao palco do Vivo Rio nesta terça-feira com um show completamente diferente. Apesar das semelhanças com o setlist paulista, a banda apresentou arranjos e introduções diversificadas que sacudiram a pista, insuportavelmente lotada.

Durante três horas, o público cantou antigos sucessos e músicas recentes da banda norte-americana, em um forte coro que se sobrepôs à voz do vocalista em muitos momentos. O volume só diminuiu durante a música Corn Bread, ainda não gravada em estúdio pela banda, mas os fãs mais dedicados mostraram que conheciam a letra.

O show contou com a bela participação de Carlos Malta, maestro, arranjador e multinstrumentista, na música Say goodbye. O músico brasileiro solou com um pífano (flauta de bambu), acompanhado pelo saxofonista Jeff Coffin, na flauta transversal.

Dave Matthews dedicou a balada romântica Stay or Leave a LeRoi Moore, saxofonista e um dos fundadores da banda, morto em decorrência de um acidente, em agosto deste ano. Em seguida, o público emocionou a banda com uma homenagem organizada pelo fã clube DMBrasil. Centenas de bexigas brancas cobriram o mar de braços da plateia, enquanto os fãs gritavam o nome do músico e o aplaudiam.

Simpático, Dave Matthews agradeceu ao público, arriscou frases em português e desculpou-se por ter ficado tanto tempo sem voltar ao País ¿ a última apresentação da banda aconteceu em 2001, no Rock in Rio 3. Ao final do show, o vocalista estendeu uma bandeira brasileira no palco, para delírio dos fãs.

Somente a infraestrutura da casa limitou a qualidade do show. Com a demarcação da chamada pista vip ¿ na verdade um cercadinho para convidados e pessoas dispostas a pagar valores exorbitantes por um ingresso ¿ o espaço para a plateia tornou-se ainda menor. Como resultado, a lotação beirou os limites do suportável e prejudicou a circulação do ar condicionado. A qualidade do som também deixou a desejar. As caixas não sustentavam o agudo da guitarra de Tim Reynolds, e em determinados pontos da plateia o volume era claramente inferior.

A apresentação no Rio foi a primeira exclusiva da banda no País. Até então, o grupo havia tocado somente em festivais: Free Jazz (1998), Rock in Rio 3 (2001) e About Us (2008).

Confira o setlist do show da Dave Matthews Band no Rio:

"Bartender"
"Warehouse"
"You might die trying"
"Stay or leave"
"The stone"
"Say goodbye"
"Corn bread"
"Grey street"
"Crush"
"So much"
"Anyone seen the bridge"
"Too much (intro)"
"Ants marching"
"Jimi thing"
"Satellite"
"#41"
"So damn lucky"
"Dont drink the water"
"Burning down the house"
"Two Step"

Leia mais sobre Dave Matthews Band

    Leia tudo sobre: dave matthews band

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG