Roqueiro francês Johnny Hallyday sai do coma

Charles Aznavour confirmou que amigo só precisa de tempo para se recuperar

EFE |

O roqueiro francês Johnny Hallyday saiu na noite passada do coma induzido ao que foi submetido no hospital de Los Angeles depois da infecção que adquiriu após uma cirurgia de hérnia.

"Ele está bem. Só não deve cansar, é preciso dar um tempo para que consiga se recuperar", declarou seu amigo, o também cantor Charles Aznavour, após visitar no Cedars-Sinai Medical Center de Los Angeles, onde está desde o dia 7.

Aznavour relatou a vários meios de comunicação franceses que tinha visto o roqueiro pouco depois de sair do coma e que ele mesmo comentou que se sentia bem.

Hallyday, de 66 anos, foi colocado na sexta-feira passada, pela segunda vez em uma semana, ao coma induzido para evitar as dores e facilitar o tratamento de uma cirurgia de hérnia de disco realizada no final de novembro em Paris.

O popular músico, conhecido como o "Elvis francês", está acompanhado de familiares e também de vários companheiros de trabalho, como Aznavour, no hospital.

Na França, são crescentes as críticas ao médico que operou o músico em Paris, Stéphane Delajoux, que foi vítima de uma agressão na rua no final de semana passado.

Segundo o produtor do roqueiro, Jean-Claude Camus, a intervenção realizada por Delajoux foi "um massacre" já que não colocou uma drenagem e não o desaconselhou a viajar aos Estados Unidos, diante dos riscos de um longo deslocamento de avião.

    Leia tudo sobre: charles aznavourjohnny hallyday

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG