Roberto Carlos emociona 68 mil no Maracanã

Essa é a maior emoção que eu já senti em toda a minha vida

Agência Estado |

O rapaz de Cachoeiro de Itapemirim, que só conhecia o Maracanã como o templo do futebol, jamais imaginou que o estádio, convertido em palco de megashows, um dia seria todo seu. Cerca de 68 mil fãs se reuniram debaixo de chuva, neste sábado, para celebrar os 50 anos de carreira de Roberto Carlos, que entrou no palco em seu calhambeque azul.  

Placas cobriram os 12 mil metros quadrados do gramado, onde se acomodaram os fãs que pagaram os ingressos mais caros, R$ 180,00. Eles dividiram o espaço com os convidados dos patrocinadores ¿ Rede Globo, Itaú e Nestlé ¿, como os atores Tony Ramos, Carolina Dieckman e Selton Mello e os cantores Rosemary e Alcione.

Enquanto isso, quem estava de longe, nas arquibancadas, via Roberto pequenininho, e conferia os detalhes pelos telões. Ele chegou já fazendo declaração de amor ao público, que retribuiu com muitos gritos de "eu te amo" e "rei, rei, rei, Roberto é nosso rei", com palmas e cantando junto. "Essa é a maior emoção que eu já senti em toda a minha vida. Parece um sonho. Se eu estiver sonhando, não me acordem até o fim do show", disse o cantor, pouco antes de abrir a noite com "Emoções". Em seguida, vieram "Eu te amo, te amo, te amo", "Além do horizonte", "Amor perfeito", "Detalhes" e muitos outros clássicos.

A chuva, que chegou forte quando ele cantava "Caminhoneiro", foi uma prova de fogo. Houve quem fosse embora ao primeiro pingo. A executiva de vendas Elza Alexandre, de 49 anos, ficou. "Na barriga da minha mãe, eu já tremia quando ele cantava. Ganhei os ingressos num sorteio da Nestlé e não vou embora por nada", disse.

Roberto foi acompanhado por 40 músicos. O palco de 500 metros quadrados foi o maior que ele já pisou. O público para o qual cantou, não. Em 1992, já havia se apresentado para 300 mil pessoas em Mar del Plata, na Argentina. No entanto, todos no Maracanã sabiam que aquele era um show especial. "Vim preparada para chorar muito. Trouxe capinhas e lenços", brincou a atriz Cissa Guimarães. "Ele está num momento pleno, mais bonito, prestando atenção em outras coisas", comentou Rosemary. "Eu estava muito ansiosa para chegar este dia. Nem fui trabalhar para poder ficar em casa me arrumando. Hoje é o dia de Roberto Carlos", disse a empregada doméstica Jussara Bernardo.

São Paulo

Nos próximos dias 21, 22, 28 e 29 de agosto, o Rei se apresentará no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A última vez que o cantor esteve na cidade foi para tocar no Teatro Municipal, no último dia 26 de maio, no show 'Elas Cantam Roberto' com a participação de 20 cantoras de diferentes gerações.

O primeiro show das comemorações dos 50 anos foi realizado na cidade natal do Rei, Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, no dia 19 de abril, um domingo. No dia, Roberto Carlos também comemorou 68 anos de idade na frente de 12 mil pessoas que lotaram o estádio da cidade.

    Leia tudo sobre: erasmo carlosroberto carlosshows

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG