Roberto Carlos canta para 400 mil no Rio

“Fazer este show é o meu maior presente de Natal”, disse o Rei

Claudio Marçal, especial para o iG | 26/12/2010 03:26

Compartilhar:

Copacabana mais uma vez foi o palco escolhido para abrigar um grande show. O "Rei" Roberto Carlos mostrou sua imensa popularidade e levou pouco mais de 400 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, ao trecho da praia que já abrigou outros grandes shows, como o dos Rolling Stones. “Fazer este show é o meu maior presente de Natal”, disse o Rei, após abrir seu show com “Emoções”.

“Todo mundo abre a boca e o queixo cai. Quando eu cheguei aqui, meu sonho era morar em Copacabana",revelou o cantor antes de emendar com “Além do Horizonte”, já regravada pelos mineiros do Jota Quest. Sentado durante a maioria do show, Roberto explicou sua situação física. “Depois dos 35 anos, a gente tem que ter cuidado com motocicleta. Por causa de uma moto não está dando para fazer o show todo em pé,” disse, sem entrar em detalhes se tinha sofrido um acidente de moto.

Roberto continuou homenageando a “princesinha do mar” e cantou “Copacabana” para logo em seguida mais uma vez elogiar o bairro carioca. “Fico orgulhoso em ver que tudo isso é do Brasil.” Seguiram “Eu te Amo”, “Amor Perfeito” e “Cama e Mesa”, que fez o público gritar “Rei, Rei, Rei! Roberto é o nosso Rei!”.

Logo em seguida, ele chamou a primeira participação especial de seu show, a cantora revelação Paula Fernandes. Eles cantaram juntos um medley com alguns sucessos do cantor e logo em seguida, ela cantou “Tocando em frente”, da trilha sonora de “Araguaia”. “Ninguém nunca vai confundir a voz dela com a de ninguém. Ela tem um estilo inconfundível e ainda é linda,” derreteu-se o Rei.

Ao violão, “Detalhes” emocionou a todos, mostrando que a música de Roberto Carlos, que ano que vem completará 70 anos de idade, atinge todas as classes sociais. “Lady Laura” o fez lembrar de sua mãe, que faleceu em abril deste ano. “Hoje faço esta canção com mais amor e com mais saudade”, disse ele. A dupla Bruno e Marrone subiu ao palco para cantar com ele seu maior sucesso, “Dormi na praça”, para depois cantarem sozinhos “Desabafo”, um dos grandes sucessos do Rei.

Depois, Roberto abriu seu baú de sucessos e vieram “Mulher Pequena”, “Proposta” e “Côncavo e Convexo”, antes de apresentar sua banda comandada pelo maestro Eduardo Lages. “Como é grande o meu amor por você” antecedeu “Todos estão loucos”, que trouxe o grupo Exaltasamba, a bateria da Beija-flor e sua rainha Raíssa, para cantar o samba composto por Erasmo Carlos, Eduardo Lages e Paulo Sérgio Vale, que não foi o escolhido pela escola.

Em seguida, sobe ao palco Neguinho da Beija-flor cantando o samba que vai para Sapucaí ano que vem. Após beijar a bandeira no dia do aniversário da escola, o Rei recebe o coral da Escola de Música da Rocinha e fecha o show com “Jesus Cristo” em ritmo de samba, para a alegria dos cariocas.

 

    Notícias Relacionadas



    Ver de novo