Ricky Martin afirma que filhos mudaram sua vida

Cantor porto-riquenho revela instinto paternal à flor da pele

EFE |

O cantor porto-riquenho Ricky Martin apresentou publicamente seus dois filhos gêmeos, Valentino e Matteo, que, conforme confessa o artista, transformaram para sempre o sentido de sua vida.

O artista, de 36 anos, mostra os dois meninos, nascidos em agosto, em uma reportagem publicada hoje pela revista espanhola "Hola" e na qual assegura que "tremia" quando pegou os bebês nos braços pela primeira vez.

O cantor recorreu à barriga de aluguel para ter os filhos e assegura que, apesar de haver pessoas que pensam que a ciência e a medicina não andam de mãos dadas com Deus, ele percebe a "arte e o trabalho" de Deus em cada um dos movimentos dos filhos, "em cada sorriso e em cada pranto".

Ricky Martin confessa que sentia uma "autêntica necessidade" de ter filhos biológicos, de ver a si mesmo refletido "nos olhos" dos gêmeos. Ele revela que viu o parto de Valentino e Matteo e que se tornar pai foi uma "autêntica maravilha". O artista conta que os meninos uniram muito sua família e admite que, apesar de se ocupar pessoalmente do cuidado das crianças, conta com ajuda.

"Algumas vezes, os dois começam a chorar ao mesmo tempo e a única coisa que posso fazer é pegá-los nos braços e começar a rir", afirma Ricky Martin.

O cantor, que ajuda organizações de amparo a crianças, assegura que não vai deixar de trabalhar com suas fundações. "Meus filhos virão comigo a todo lugar: Camboja, Vietnã, Peru, Bolívia... e terão as mesmas experiências, sentados no chão, brincando com crianças que são felizes com tão pouco".

O cantor conclui que acaba de começar a formar sua família e que sempre se imaginou como pai de muitos filhos, mas não descarta considerar a adoção em algum momento.

Leia mais sobre Ricky Martin

    Leia tudo sobre: ricky martin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG