evidências na casa de Jackson - Música - iG" /

Polícia recolhe evidências na casa de Jackson

Fontes policiais admitiram que Michael possuía medicamentos receitados por diversos médicos

EFE |

A Polícia recolheu ontem novas "evidências médicas" na casa onde morreu Michael Jackson em Los Angeles, informou o jornal "Los Angeles Times". Os policiais retornaram ao imóvel a fim de obter mais informações que permitam esclarecer a causa de sua repentina morte.

Fontes policiais admitiram que Michael possuía medicamentos receitados por um número indeterminado de doutores, os quais estão sendo ouvidos, mas não informou se há indícios de crimes.

A principal hipótese com a qual trabalham os investigadores indica que o falecimento do "rei do pop" pode ter a ver com uma overdose de remédios.

Os resultados definitivos da autópsia realizada na sexta-feira passada pelas autoridades do condado de Los Angeles podem demorar até seis semanas para ficarem prontos.

A família pediu posteriormente sua própria análise legista do corpo do artista e espera ter informações logo que esclareçam a causa da morte de Michael.

Os policiais ainda não têm base suficiente para vincular a ingestão de remédios com o falecimento do cantor, mas consideram que os medicamentos são provas que podem contribuir para esclarecer qual era seu estado de saúde no dia de sua morte.

Testamento

Joe Jackson, pai de Michael, durante coletiva em frente à casa da família

Uma reportagem publicada nesta terça-feira pelo diário financeiro "The Wall Street Journal" afirma que o pai de Michael Jackson, Joseph, não estaria contemplado no que se acredita ser o mais recente testamento do cantor, escrito em 2002.

De acordo com o jornal, o testamento divide os ativos do cantor entre "sua mãe, os três filhos e uma ou duas instituições de caridade".

"Um ou dois testamentos anteriores surgiram desde a morte de Jackson na quinta-feira passada, de acordo com pessoas familiares com a situação. A (agência de notícias) Associated Press informou que os pais de Jackson, Joseph e Katherine Jackson, disseram em um documento enviado à Justiça crer que o cantor morrera sem um testamento válido", afirmou o jornal. "Acredita-se que Joseph Jackson não está incluído no testamento mais recente."

A imprensa norte-americana afirma que Jackson deixou cerca de US$ 500 milhões em dívidas, mas sua herança pode superar esse valor em pelo menos US$ 200 milhões. O controle temporário sobre os bens do astro pop foi conseguido nesta segunda-feira pela sua mãe, Katherine, junto com a guarda provisória de seus três filhos.

Shows em Londres

A AEG Live, empresa promotora dos 50 shows que o cantor deveria fazer em Londres, confirmou nesta terça-feira que devolverá o dinheiro aos que compraram ingressos para ver o retorno musical do "rei do pop".

Michael Jackson ensaia para temporada de shows dois dias antes de morrer

Além disso, os fãs do artista terão a opção de renunciar ao reembolso e receber como lembrança os bilhetes, que poderiam se transformar em objeto valioso para colecionadores, após a repentina morte de Michael na quinta-feira passada.

"Como ele (Michael) amou seus admiradores em vida, é de nossa incumbência tratá-los com a mesma reverência e respeito após sua morte", disse o presidente da AEG Live, Randy Phillips, em comunicado.

Os reembolsos acontecerão através de quatro agências autorizadas de venda de ingressos: Ticketmaster, Viagogo, See e Ticketline.

No fim de semana passado, a casa de leilões pela internet eBay também anunciou que reembolsará aos clientes o dinheiro dos ingressos adquiridos para os shows de Michael Jackson.

As entradas para as apresentações do "rei do pop" tiveram o ritmo de venda mais rápido da história em Londres, e calcula-se que cerca de 750 mil pessoas as adquiriram pela via oficial.

Segundo os organizadores, os ingressos foram vendidos a uma média de 11 por segundo, 657 por minuto e quase 40 mil por hora quando começaram a ser oferecidos, em março.

O preço oficial era de entre 50 e 70 libras (US$ 83 e US$ 116), mas, no eBay, chegaram a ser oferecidos à melhor oferta por entre 75 e 10 mil libras (US$ 124,4 a US$ 16,587 mil).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG