Pianista de jazz Brad Mehldau faz o show do ano para indies

Em plena Sala São Paulo, músico toca versões de Beatles, Radiohead, Nirvana e Massive Attack

Lúcio Ribeiro, especial para o iG Cultura |

Divulgação
Brad Mehldau: cinco bis em São Paulo
A euforia dos apreciadores de rock, dance e afins, principalmente pendendo para a cultura independente, está incontrolável com a quantidade de atrações internacionais que desenham um segundo semestre farto de shows, sendo grandes festivais ou pequenas apresentações na parte "menos nobre" da rua Augusta. Mas quem poderia imaginar que o "show do ano" para os indies seria o de um... jazzista. E nas dependências alta-cultura da luxuosa Sala São Paulo. E com um piano no lugar de guitarra.

O concerto beneficente do músico americano Brad Mehldau nesta quarta- feira na cidade, em recital solo, foi emocionante para o público e para o próprio pianista, dada a quantidade de vezes que ele, sob palmas incessantes, voltou para dar bis: cinco.

Com seus dedos virtuosos e indo do refinado ao popular sem nenhum susto e com uma técnica absurda que faz dele um dos grandes nomes do jazz da atualidade, Mehldau foi de Radiohead a Rogders & Hammerstein com uma apresentação hipnotizante de duas horas de duração.

Criativo na sua improvisação constante e na desconstrução melódica sem tirar o foco da "música famosa" a ganhar sua prestigiosa releitura, o pianista começou com "Bittersweet Symphony", do grupo indie britânico Verve, e só foi parar muitos aplausos depois com "Exit Music (for a Film)", do conterrâneo do Verve, o Radiohead.

O recheio do concerto erudito, essa foi a graça, se tornou mágico para roqueiros e indies em geral. Teve versões "definitivas" para Beatles ("Blackbird"), Massive Attack ("Teardrop") e Nirvana ("Smells Like Teen Spirit"), tão grandiosas que por alguns momentos era permitido dizer que superavam suas originais. Ali, pelo menos naquelas duas horas na Sala São Paulo, Brad Mehldau tornou isso possível.

Neste sábado (02), Mehldau tocará no Rio de Janeiro. O show será no Theatro Municipal, às 20h30, com ingressos custando entre R$ 40 e R$ 720.

    Leia tudo sobre: Brad Mehldau

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG