Pianista de blues Pinetop Perkins morre aos 97 anos

Ganhador de Grammy em fevereiro, músico sofreu um ataque cardíaco

EFE |

Getty Images
Pinetop Perkins em foto de 2009
O pianista Pinetop Perkins, uma das lendas do blues americano, morreu nesta segunda-feira, 21, aos 97 anos em sua casa em Austin (Texas) vítima de um ataque cardíaco, informou seu representante. Perkins era um dos últimos membros da grande época do Delta blues, e em fevereiro se transformou na pessoa mais velha a receber um prêmio Grammy.

Seu inconfundível estilo ao piano e sua profunda voz acompanharam grandes artistas, como o guitarrista Earl Hooker e Muddy Waters. O músico ganhou o apelido nos anos 1950 pela gravação do tema "Pinetop's Boogie Woogie" de Pinetop Smith.

O ator e cineasta Clint Eastwood imortalizou Perkins e outros como Jay McShann, Dave Brubeck e Marcia Ball no documentário "Piano Blues", no qual revelou sua paixão pelo blues com material de arquivo raramente visto e entrevistas históricas.

Perkins nasceu em 1913 em Belzoni, Mississipi, com o nome de Willie Perkins Mississipi, e começou a tocar em 1920, primeiro violão - que deixou por um acidente em seu braço esquerdo - e depois piano, que não abandonou até o final.

    Leia tudo sobre: Pinetop Perkinsbluesmorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG