Phil Spector é considerado culpado de assassinato

Acusado de matar a atriz Lana Clarkson, Spector deve ser sentenciado a pelo menos 18 anos de prisão

Redação com AFP |

Um juri popular considerou o produtor Phil Spector culpado de assassinato. Acusado de matar a atriz Lana Clarkson em sua mansão em Los Angeles em 2003, Spector deve ser sentenciado a pelo menos 18 anos de prisão.

Um dos mais importantes nomes da história música pop e criador da famosa técnica de gravação "Wall of Sound, Spector começou a fazer sucesso nos anos 60 ao produzir canções como "Be My Baby", "Baby I Love You" e "You've Lost That Lovin' Feelin'". Spector também trabalhou na produção de trabalhos dos Beatles e Ramones, entre outros.

O produtor de 69 anos chegou ao tribunal para ouvir a sentença com um paletó largo com um botom com a inscrição "Barack Obama Rocks!" ("Barack Obama é o melhor"). Ele olhou resignado para o juri durante a leitura do veredicto.

A sentença foi definida por um juri de seis homens e seis mulheres após cinco meses de julgamento, depois que o primeiro processo contra Spector, em 2007, terminar sem veredicto devido à falta de acordo entre os jurados. A deliberação durou cerca de 30 horas.

A defesa de Spector alegou que Clarkson sofria de depressão e teria se matado com uma das armas do produtor. A acusação demonstrou que o gênio da música pop já havia usado armas de fogo para ameaçar outras mulheres no passado. A atriz morreu ao ser atingida por um tiro na boca.

    Leia tudo sobre: phil spector

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG