Ex-baixista da banda recria repertório do álbum "Unkown Pleasures" em dois shows na cidade

Peter Hook
Getty Images
Peter Hook
Depois de passar uma vida na cozinha de duas bandas lendárias, Joy Division e New Order, o baixista Peter Hook resolveu ir para a sala. Aos 55 anos, ele assumiu os vocais de um grupo, The Light, e vai tocar hoje inteirinho um dos míticos discos dos primórdios do pós-punk, o álbum "Unknown Pleasures" (1979), acompanhado de Nata Watson (guitarra), Andy Pool (teclado), Paul Kehoe (bateria) e seu filho, Jack Bates, no baixo.

Hook idealizou o show no ano passado, como um tributo aos 30 anos de morte de Ian Curtis, o vocalista do Joy Division, e acabou pegando gosto. Curtiu tanto que também já tocou inteirinho o outro disco da banda inglesa, "Closer" (1980). Ele mantém um clube noturno em Manchester, terra natal do Joy Division, The Factory, e foi lá que nasceu a ideia.

"Demorei muito para chegar até aqui, e confesso que cheguei bem nervoso. Foi dureza memorizar todas as letras; embora eu as conhecesse tão bem, cantar é outra coisa. Mas agora estou confiante, achei meu tom. Cantar foi ficando mais fácil e mais divertido à medida que a coisa se desenrolava. Tinha dúvidas se era possível, porque eu toquei o baixo na história do Joy Division, e não dava para cantar e tocar o baixo da mesma forma. Mas, com sorte, achei a solução em casa. Meu filho, Jack, toca baixo, e encaixou perfeitamente", disse o músico.

Peter Hook diz que não dá a menor pelota para as reações negativas ao fato de ter assumido o sacrossanto repertório do Joy Divison. A voz de Ian Curtis, a pegada minimalista do som da banda, o baixo solando em uma tradição oposta à do funk fizeram história. Quando Ian Curtis dançava, ele não estava imitando Mick Jagger nem Robert Plant. Ele estava mergulhando a geração dele na sua própria angústia.

A versão de Peter Hook para "Unkonwn Pleasures" acabou de ser lançada em disco. O baixista conta que não pretendia fazer isso, mas que um amigo seu australiano tinha gravado o show no The Factory e o resultado ficou muito bom. Quando soube, pelo amigo, que havia uma tragédia em Brisbane, na Austrália, por conta de uma inundação, ele resolveu lançar o disco com renda destinada às vítimas.

Peter Hook - Estúdio Emme (Rua Pedroso de Moraes, 1.036, Pinheiros). Tel. (011) 2626-5835. Quinta (16) e sexta (17), às 23h. R$ 150.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.