Pete Doherty é condenado a seis meses de prisão

Cantor enfrentou processo por porte de cocaína após morte de cineasta em 2010

iG São Paulo |

O cantor Pete Doherty foi condenado a seis meses de prisão por posse de cocaína em sentença proferida nesta sexta (20), em Londres. Doherty enfrentou o processo após a morte por overdose de Robin Whitehead, uma amiga que passou os últimos dez dias de vida em contato com o músico.

Em sua sentença, o juiz David Radford escreveu: "até onde eu soube não há dúvidas de que você [Doherty] é um músico talentoso e de sucesso. No entanto, você possui muitos problemas, pelos quais está sendo condenado hoje".

Whitehead, de 27 anos, fazia um documentário sobre o The Libertines, ex-banda de Doherty, chamado "The Road to Albion", quando foi encontrada morta em 24 de janeiro de 2010. Recentemente, o cantor criou um blog para se defender das acusações.

Além de Doherty, Peter Wolfe, de 42, também foi condenado, mas por 1 ano de prisão. Whitehead era neta do falecido Teddy Goldsmith, fundador da revista The Ecologist, e filha do cineasta dos anos 1960 Peter Whitehead.

    Leia tudo sobre: pete doherty

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG