Pedido de Madonna para nova adoção é rejeitado

Divórcio de Guy Ritchie teria sido o impedimento

EFE |

O Tribunal Superior de Lilongwe, capital de Malauí, rejeitou hoje o pedido da cantora americana Madonna para adotar uma segunda criança deste país, informou a "Agência de Imprensa Africana (APA)".

Segundo a APA, o juiz Esme Chombo observou que Madonna não cumpre os requisitos impostos pela lei malauiana, já que se divorciou recentemente do cineasta Guy Ritchie e as normas do país exigem que os adotantes sejam um casal.

Madonna pediu na segunda-feira passada ao Tribunal que a autorizasse a adotar a menina Mercy James, de três anos, que vive em um orfanato do sul do país, pois sua mãe morreu pouco após seu nascimento.

A cantora, seguida por um grupo de jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas internacionais, chegou ao Malauí no domingo acompanhada por sua filha de 12 anos, Lourdes, e era esperado que conseguisse sua segunda adoção no país, depois da de um menino, David, em 2006.

Embora tenha sido ao Reino Unido de um orfanato no Malauí em 2006, quando tinha um ano de idade, somente em 2008 David Wanda teve sua adoção por Madonna e seu então marido, Guy Ritchie, confirmada.

Além de David, cuja adoção causou polêmica, com as autoridades de Malauí sendo acusadas de burlar a lei para permiti-la, Madonna tem dois filhos biológicos: Lourdes, com seu ex-preparador físico Carlos Leon, e Rocco, com Ritchie.

    Leia tudo sobre: madonna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG