Banda realiza antigo desejo de divulgar suas músicas por conta própria

"Super legal". "Surpreendentemente otimista". Essas frases não são usadas normalmente para falar do Pearl Jam, banda que se aproxima dos 19 anos de existência com 30 milhões de álbuns vendidos e um rock angustiado. Mesmo assim, essas palavras estão sendo usadas para descrever "The Fixer", primeira música do nono álbum da banda de Seattle, "Backspacer".

A canção é um rock agitado ao estilo dos anos 1980, escrito pelo baterista Matt Cameron.

Não é culpa de Cameron, do vocalista Eddie Vedder, do baixista Jeff Ament ou dos guitarristas Stone Gossard e Mike McCready que eles estejam sorrindo mais do que o normal.

O presidente norte-americano George W. Bush, criticado nas letras e nos palcos durante os oito anos em que ocupou a Casa Branca, já saiu da Presidência. O grupo continua em grandes turnês, com quase 42 milhões de dólares em receitas por 51 shows entre 2006 e 2008, de acordo com a Billboard Boxscore.

Vedder ganhou ainda um Globo de Ouro pela trilha do filme de 2007 "Na Natureza Selvagem". A vida está mais calma também nos bastidores: quatro dos cinco integrantes da banda têm filhos.

Mas o Pearl Jam está comemorando porque finalmente cumpriu com o antigo desejo de divulgar suas músicas por conta própria, sem a ajuda de uma grande gravadora. "Backspacer" será lançado em 20 de setembro nos Estados Unidos. No exterior, a Universal Music será a responsável pela distribuição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.