Pai diz que nunca bateu em Michael Jackson

Joseph Jackson diz que alegações do filho são besteiras durante entrevista

Redação iG Música |

Joseph Jackson, pai do músico Michael Jackson, negou as alegações do filho, que disse durante um documentário gravado em 2003 ter sofrido abusos seus quando era uma criança.

Nas palavras do cantor, seu pai - que também era empresário do grupo Jackson 5 - batia nele e em seus irmãos sempre que algum deles errava seus passos de dança.

"Eu o criei da mesma maneira que você criaria seus filhos", explicou Joseph durante sua entrevista no programa Larry King Live. "Bater em Michael? Para quê? Eu não tinha motivo para fazer isso. Ele era meu filho. Eu o amava e ainda o amo."

O pai do astro deixou claro ao apresentador Larry King que as alegações de Michael não passam de besteiras.

"A mídia continua alarmando que eu agredi Michael. Isso não é verdade. Você sabe o que essa história de agressão começou - ela começou nos dias de escravidão. Mas Michael nunca foi agredido por mim. Eu nunca bati em nenhum deles", explicou.

Mesmo negando a acusação do filho, Joseph Jackson ficou de fora do testamento do astro, que deixou a maior parte de seus bens para o Jackson Family Trust Fund.

"Foi desse jeito que ele quis. E não me magoa ter sido deixado de fora do testamento. Mas aconteceu", refletiu Joseph durante a entrevista.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG