Olivia Byington - Perto

Biscoito Fino2009Cotação: 10

Lançamentos |

Por Carlos Augusto Gomes

Três dias em estúdio, acompanhada apenas de um violão. Foi assim que a cantora Olivia Byington gravou seu mais recente álbum, Perto . O disco, até mesmo pelo nome, é uma espécie de continuação do DVD ao vivo A Vida É Perto , lançado no final do ano passado. Ambos investem no formato voz e violão, e têm um repertório bastante parecido - das quinze faixas do CD, nove já haviam aparecido no DVD. Redundante? Não quando se trata de Olivia Byington.

Em primeiro lugar, há as seis faixas que não aparecem no DVD. A que mais chama atenção é "New World", música composta pela cantora islandesa Björk para a trilha sonora do filme Dançando no Escuro . Na versão original, é uma canção grandiosa, com direito a cordas e sopros. Nesta regravação, Olivia despiu a música de todos os elementos desnecessários. Isso só ressaltou a belíssima melodia e a letra inspirada da composição.

Outro destaque é "Entre a Voz e o Oceano", composta pela própria Olivia em parceria com o português Tiago Torres da Silva. A dupla já havia escrito quase todas as músicas do último trabalho de estúdio da cantora, que leva seu nome e saiu em 2006. Nesta nova colaboração, os dois prestam uma bela homenagem a Maria Bethânia. "Mas aquilo que eu sei dela / E que minha alma acredita / É que sua voz revela / Que a vida é bonita e é bonita", diz a letra.

O clima minimalista e íntimo também a nova vida a standarts como "Anos Dourados", de Tom Jobim e Chico Buarque, que Olivia canta com técnica impecável, e "Por Toda a Minha Vida", de Tom e Vinícius de Moraes, aqui numa versão quase a capella. Completam a lista de quase inéditas a grande "Lágrimas Negras", composição de Jorge Mautner e Nelson Jacobina já gravada por Gal Costa, e o clássico de Noel Rosa "Com Que Roupa".

As outras nove faixas do álbum, apesar de já haverem aparecido no DVD A Vida É Perto também em voz e violão, valem ser ouvidas graças a todas as sutilezas do canto de Olivia. E pela beleza das próprias canções, que vão desde antigos sucessos da carreira da cantora ("Anjo Vadio") a clássicos da canção francesa ("Feuilles Mortes"), passando por obras-primas de Caetano Veloso (a primeira faixa, que mistura "Alguém Cantando" a "Muito Romântico").

01. Alguém Cantando / Muito Romântico
02. Por Toda a Minha Vida
03. Anos Dourados
04. Entre a Voz e o Oceano
05. Lady Jane
06. New World
07. Anjo Vadio
08. Com que Roupa
09. Menina Fricote
10. Feuilles Mortes
11. Todo Par
12. Pense em Mim
13. Lágrimas Negras
14. Mãe da Manhã
15. Mais Clara Mais Crua

    Leia tudo sobre: olivia byington

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG