Ex-beatle fez público esquecer da chuva no segundo show no Morumbi, em São Paulo, com sucessos e novidades no repertório

"Chove chuva". Foi assim, irônico e citando Jorge Ben, que Paul McCartney abriu seu segundo show em São Paulo, no Estádio Morumbi, nesta segunda-feira. As nuvens, na verdade, pareciam ter dado uma trégua, depois da tarde de aguaceiro intenso na capital paulista e início de noite com garoa insistente. O desacerto com a metereologia cancelou a passagem de som da banda e, talvez por isso, a bateria de Abe Laboriel Jr. parecia mais alta do que de costume. Sem problema: ficou ainda mais fácil para McCartney provar que com ele não há tempo ruim. Aos poucos, o beatle fez o público esquecer as roupas molhadas e, com novas músicas no repertório, promoveu o arrebatamento de sempre.

A abertura já trouxe novidades. No lugar da dobradinha “Venus and Mars” / “Rock Show”, Paul preferiu a psicodélica "Magical Mystery Tour", como havia feito na Argentina. O público no gramado premium ainda deixava a desejar nas laterais do palco, vazias, e a chuva voltou a cair, por isso o show demorou a engrenar. Aos poucos, mulheres com roupa de gala começaram a aparecer, descendo dos camarotes privados, os céus firmaram de vez e McCartney desandou a falar português – "Tudo bem in the rain?", "Obrigado, paulistas", "Tudo legal, galera?" e, a favorita de todos, "É ótimo estar de volta ao Brasil, terra de música linda".

Além de "Magical Mystery Tour", outras quatro canções fugiram do repertório tradicional dos shows da turnê: "Got To Get You Into My Life", rock clássico; "I'm Looking Through You", bem dançante, com Paul ao violão; "Two of Us", excelente, um dos destaques da noite; e a balada "Bluebird", do Wings, numa bela versão, com os teclados de Wix Wickens substituindo o saxofone.

A homenagem de fãs com balões brancos no domingo foi trocada por bexigas vermelhas na execução de "The Long and Winding Road". Algumas centenas na frente do palco e na plateia normal foram erguidas ao longo da música. A banda inteira percebeu. No final, Paul agradeceu muito e fez um coração com os braços.

As mais queridas do público continuaram sendo "Blackbird", "Here Today" (homemagem a John Lennon), Something" (a George) e duas músicas perfeitas para serem tocadas em estádio – “Mrs Vandelbilt” e “Sing the Changes”, do The Fireman. A relação de McCartney com as arquibancadas era tão íntima que só uma batida na guitarra e o coro de "ô, São Paulo" rendeu vários minutos de parceria improvisada.

Paul McCartney atende fãs no palco do Morumbi
Marcela Tavares
Paul McCartney atende fãs no palco do Morumbi
Rumo ao bis, depois de "Give Peace a Chance", o desabafo: "Os políticos não estão ouvindo as pessoas, as pessoas não ouvem os políticos", disse Paul. De ótimo humor, ele ainda chamou ao palco, por ser o "fim da turnê brasileira", quatro meninas que pediram um autógrafo no braço. Na sequência, iriam tatuá-lo. O encontro foi meio confuso, em especial porque uma das garotas já havia subido ao palco em Porto Alegre e tatuado a assinatura. No fim das contas, aparentemente ninguém – a não ser a gaúcha – saiu do palco com o que desejava.

A parte final do espetáculo, irrepreensível, repleta de Beatles, deixou claro como Paul consegue transformar uma plateia desencorajada pela chuva no fã mais fervoroso. A resposta era ruidosa, de fazer os vizinhos do estádio abrirem a janela para ver o que estava acontecendo. Lindo, portanto, como poucas vezes o rock 'n' roll pode ser. "Até a próxima, Brasil", McCartney disse no microfone. Há quem diga que já seja em 2011, no Rio de Janeiro. Tomara.

Veja abaixo o setlist de segunda-feira, com as novidades assinaladas na lateral:

"Magical Mystery Tour" (*)
"Jet"
"All My Loving"
"Letting Go"
"Go To Get You Into My Life" (*)
"Highway"
"Let Me Roll It"
"The Long and Winding Road"
“Nineteen Hundred and Eighty-Five”
“Let 'Em In”
“My Love”
"I'm Looking Through You" (*)
"Two of Us" (*)
“Blackbird”
“Here Today”
"Bluebird" (*)
“Dance Tonight”
“Mrs Vandelbilt”
“Eleanor Rigby”
“Something”
“Sing the Changes”
“Band on the Run”
“Ob-La-Di Ob-La-Da”
“Back in the USSR”
“I've Got a Feeling”
“Paperback Writer”
“A Day in the Life” / “Give Peace a Chance”
“Let It Be”
“Live and Let Die”
“Hey Jude”

Bis
“Daytripper”
“Lady Madonna”
“Get Back”

“Yesterday”
“Helter Skelter”
“Sgt Peppers Lonely Hearts Club Band” / “The End”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.