Michael Jackson recebe prêmio Grammy póstumo

Astro foi homenageado na véspera da grande festa, ao lado de Leonard Cohen e Loretta Lynn

Reuters |

O cantor Michael Jackson ganhou outra homenagem póstuma ontem, juntando-se a seis outros músicos, entre eles Leonard Cohen e Loretta Lynn, que receberam um Grammy pela obra que realizaram durante a vida.

A família do popstar, que raramente perde oportunidades como essa, não foi à cerimônia, apesar das especulações de que um dos seus filhos receberia a estatueta.

Foi Frank DiLeo, ex-agente de Jackson, quem esteve presente. Ele descreveu o cantor como "um cara engraçado, de um senso de humor como poucos."

Jackson, que morreu no ano passado aos 50 anos, ganhou durante a vida 13 Grammys.

Na cerimônia, outro homenageado, Cohen, 75 anos, lembrou que não havia conquistado um Grammy por nenhum dos seus discos. "Estamos nos aproximamos da linha de chegada, e eu nunca poderia pensar que ganharia um Grammy," afirmou ele.

Loretta Lynn não compareceu ao evento porque o irmão estava doente.

    Leia tudo sobre: grammy 2010leonard cohenmichael jackson

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG