Marilyn Manson admite choro por falta de drogas

Músico reclama de empresário em entrevista na Inglaterra

Redação iG Música |

O roqueiro Marilyn Manson aproveitou sua passagem pela Inglaterra para admitir que chegou a chorar quando seu empresário recusou-se a fornecer drogas a ele.

"Steve [nome de seu empresário] me deixou por mais de duas horas sem droga alguma. Meus olhos encheram de lágrimas. Depois ele ainda me pergunta se eu estou bem! É ridículo. Ele deveria me entregar o espelho e depois perguntar se eu estou bem", afirmou Manson.

A confissão foi feita durante uma entrevista ao tablóide Daily Mirror, que ainda publicou seu "desabafo" sobre a tentativa de participar de uma reunião dos alcoólicos anônimos - onde um dos presentes pediu a ele um autógrafo.

"Fiquei muito bravo. Eu achava que você podia ir até lá usando uma máscara e dizer 'Eu sou um alcoólatra e anônimo'. Isso é um alcoólatra de verdade."

    Leia tudo sobre: marilyn manson

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG