Madonna fala sobre a vida pessoal em artigo

Madonna estreia como articulista em jornal israelense

EFE |

Madonna estreia como articulista com uma colaboração no suplemento semanal "Sete Dias" do jornal "Yedioth Ahronoth", o de maior tiragem de Israel e no qual publicará amanhã um texto com o título de "Como mudou minha vida".

O serviço de notícias "Ynet", que pertence ao mesmo grupo do jornal, antecipou hoje alguns trechos do artigo, no qual a cantora explicará sua aproximação com o judaísmo e em particular com a cabala, da qual é seguidora.

"Viajei muitas vezes por todo o mundo, me apresentei em estádios, comi na mesa de líderes mundiais e colaborei com numerosos artistas de primeira linha, mas sentia que faltava algo em minha vida", é um dos pedaços divulgados.

"Estava grávida da minha filha, há 14 anos, e tinha acabado o filme 'Evita', quando, de repente, entendi que tinha passado a vida só pensando em mim e que em breve seria responsável também pela vida de outra pessoa", diz Madonna no texto.

"E de repente, pensei: 'o que vou ensinar a meus filhos sobre as coisas importantes da vida?'. Um dia fui ver o rabino de quem tinham me falado (Michael Berg) e comecei a escutar. Desde esse momento soube que minha vida já não seria a mesma", explica a artista.

Desde que se aproximou do judaísmo, Madonna adota o nome hebraico de Esther em suas visitas a Israel, país no esteve pela última vez no ano passado para assistir a cursos de cabala e onde deve fazer show em setembro pela turnê "Stick & Sweet".

    Leia tudo sobre: madonna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG