Macy Gray usa voz singular para regravar sucessos da música

Cantora afirma que optou por fazer disco de covers já que "todo mundo estaria esperando" álbum solo; leia entrevista

Reuters |

Getty Images
Macy Gray durante show em Beverly Hills
Depois de vender 15 milhões de álbuns no mundo todo e de ganhar um Grammy por seus 12 anos de carreira, Macy Gray deixou de lado as composições próprias para emprestar sua voz rascante a outros compositores.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Covered" tem, como sugere o nome, dez covers de canções conhecidas de R&B, soul, rap e rock, incluindo "Sail", originalmente gravada pela banda de electro-rock Awolnation, "Bubly", sucesso de Colbie Caillat, que ela canta em dueto com Idris Elba, e uma acelerada versão jazzística de "Love Lockdown", de Kanye West.

"Notei que, se eu fizesse um álbum solo de R&B, todo mundo já estaria esperando isso, e na verdade sou uma grande fã do rock, então simplesmente escolhi minhas dez canções favoritas, e aí as refizemos totalmente", disse Gray à Reuters.

Leia também: Macy Gray falou ao iG sobre o disco em 2011; relembre

A cantora de 44 anos despontou para a fama com o single "I Try", em 1999, parte do seu álbum de estreia, "On How Life Is". Em 2001, ela ganhou o Grammy de melhor cantora pop.

Desde então, lançaria mais quatro álbuns de estúdio ("Covered" é o sexto). Embora sem estourar como o primeiro trabalho, a carreira dela mantém um estável sucesso no mundo todo.

Ouça músicas de Macy Gray

"Nas minhas músicas, há uma mensagem de liberdade, de ser você mesmo, muito individualismo, e acho que todos no mundo inteiro conseguem se relacionar com essas coisas, e eu tenho uma voz interessante que as pessoas quiseram conferir desde o começo."

null

    Leia tudo sobre: macy graycovers

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG