LCD Soundsystem faz despedida em clima de festa em São Paulo

Turnê de adeus da banda liderada por James Murphy passou pela capital paulista nesta sexta

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Jorge Rosenberg, especial para o iG
James Murphy, líder do LCD Soundsystem
Falar em turnê de despedida pode dar a impressão de um clima de fim de festa. Mas, definitivamente, não foi isso que se viu no show que o LCD Soundsystem fez nesta sexta-feira em São Paulo. Assim como já havia feito no Rio de Janeiro, um dia antes, o grupo liderado por James Murphy tocou com empolgação, força, alegria. Nem parecia que a banda vai acabar e tem sua despedida dos palcos marcada para 2 de abril.

O repertório foi uma celebração da história da banda que, na última década, fez uma perfeita fusão de rock com música eletrônica. O lado rock, por sinal, ganha mais peso quando o grupo está no palco. Todas as canções vieram em versões mais rápidas e pesadas, com as guitarras ganhando muito mais espaço (cortesia de Al Doyle, integrante do Hot Chip que teve seus momentos de guitar hero no show). Veja imagens da apresentação no Fotoshow .

A banda abriu a apresentação com "Dance Yrself Clean", primeira faixa do disco "This is Happening", o mais recente do grupo. Foi o início perfeito, já que a música começa bem lenta, praticamente só com uma batida e a voz de Murphy, e aos poucos vai ganhando peso. Ela preparou terreno para o rock de "Drunk Girls", a eletrônica de "Get Innocuous!" e a mistura de rock e eletrônica de "Daft Punk Is Playing in My House".

O restante do show seguiu o mesmo tom. Momentos mais calmos (relativamente mais calmos) e eletrônicos ("I Can Change", "You Wanted a Hit"), outros de rock'n'roll direto (a quase punk "Movement") e outros de fusão perfeita entre os dois gêneros. Esses últimos foram responsáveis pelos dois pontos altos da noite: "All My Friends" e "Yeah", canções em que a banda usou a repetição para criar longos (e violentos) transes sonoros.

Depois da explosão de "Yeah", o show baixou o ritmo. "Someone Great", com sua letra sobre o fim de um relacionamento, foi quase triste. "Losing My Edge", primeiro single do grupo, lançado em 2002, foi um presente para os fãs mais antigos e "Home", um dos destaques do disco "This Is Happening", fechou em grande estilo.

Depois de sair para tomar um ar (literalmente: o calor dentro da Warehouse era tanto que a banda seguiu para uma área aberta ao lado do palco), James Murphy e companhia ainda voltaram ao palco para uma última canção, a irônica balada "New York I Love You But You're Bringing Me Down". E assim o LCD Soundsystem se despediu de São Paulo.

"Nós temos uma história em São Paulo e é sempre bom tocar aqui", disse Murphy, a certo momento da noite. Ele não estava exagerando: esta foi a quarta passagem da banda pela cidade e, ao lado da primeira (em 2004, quando eles ainda nem tinham lançado seu primeiro disco e eram praticamente desconhecidos), foi a melhor.

A banda ainda toca neste domingo em Porto Alegre. Depois, faz mais três shows na América do Sul e outros cinco em Nova York. Depois disso, promete encerrar as atividades.

Veja abaixo a lista de músicas do show:

01. "Dance Yrself Clean"
02. "Drunk Girls"
03. "Get Innocuous!"
04. "Daft Punk Is Playing in My House"
05. "I Can Change"
06. "All My Friends"
07. "You Wanted a Hit"
08. "Tribulations"
09. "Movement"
10. "Yeah"
11. "Someone Great"
12. "Losing My Edge"
13. "Home"
14. "New York I Love You But You're Bringing Me Down"

    Leia tudo sobre: LCD Soundsystem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG