Lady Gaga prefere "pés-sujos" de Nova York a clubes de luxo

Em entrevista ao jornal alemão Bild, cantora diz que se sente mais à vontade nos bares "pequenos e desajeitados"

EFE |

Getty Images
Lady Gaga
A cantora americana Lady Gaga confessou que gosta de visitar em Nova York os bares chamados "pés-sujos", com cheiro de urina, do que ir aos luxuosos clubes da moda onde se reúne a elite musical.

"Prefiro os bares pequenos e desajeitados onde servem cerveja e uísque. Num canto há uma jukebox e cheira sempre um pouco a xixi. Aí me sinto à vontade", revela Gaga em entrevista publicada nesta segunda-feira pelo jornal alemão "Bild".

Stefani Germanotta, o verdadeiro nome de Lady Gaga, assegura ser "uma cigana com uma bolsa cheia de roupa de alta costura" e comenta que quando visita seus pais dorme em um "colchão inflável".

Além disso se confessa uma absoluta fã de sua cidade natal e comenta que teve uma "infância estupenda" na qual o melhor, diz, era viajar de metrô. "Esta é uma das coisas que mais sinto falta", acrescenta.

"Às 6 da manhã do Ano Novo sair de um bar com os amigos, ver amanhecer, comer ovos mexidos com ketchup. Isso é Nova York! Ou comer um pedaço de pizza em uma bolsinha de plástico. Isso não há em nenhuma outra parte", explica a cantora. E acrescenta: "O barulho dos carros, do metrô, dos meus saltos altos quando ando pela rua, todos esses sons são mágicos".

Quanto aos atentados de 11 de setembro de 2001, a cantora lembra que "estava em uma aula de história no colégio. As torres caíram e uma nuvem negra nos cobriu. O atentado deixou uma cicatriz profunda, mas Nova York se fortaleceu".

"Todo mundo diz que Nova York é perigosa, acelerada e caótica, mas a verdade é que as pessoas estão unidas por um fio invisível. Nesta cidade você se torna adulto rapidamente. E tem que fazê-lo", conclui Gaga.

    Leia tudo sobre: Lady Gaga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG