Kiss não tocará mais em tributo a Michael Jackson

Organizadores retiraram banda do evento por causa de declarações do vocalista Gene Simmons sobre suposta pedofilia do cantor

iG São Paulo com agência EFE |

AP
Kiss toca em Buenos Aires
O Kiss não participará mais do show tributo a Michael Jackson que acontece em outubro no Reino Unido. Os organizadores do evento retiraram o convite feito à banda, depois que uma entrevista de 2010 do vocalista Gene Simmons em que ele dizia não ter dúvidas que Jackson era pedófilo veio à tona.

"Não há dúvida na minha cabeça que ele abusou daquelas crianças", disse Simmons. Ele ainda argumentou que as "únicas referências sexuais feitas sobre Michael Jackson" tinham sido de "crianças, e especificamente de meninos, entre 10 e 14 anos, nunca mulheres dessa idade ou mais velha e nunca homens adultos".

Veja o especial sobre Michael Jackson

Chris Hunt, presidente da Global Events Live, empresa que organiza o show, reconheceu que o convite ao Kiss foi um erro. "Nessas circunstâncias, nós concordamos que mesmo que o Kiss seja uma banda que Michael admirava, não temos escolha a não ser retirar o convite para que elas participem do tributo", disse num comunicado.

A homenagem a Jackson acontece no dia 8 de outubro em Cardiff, no Reino Unido. Participam do evento Christina Aguilera, Leona Lewis, Smokey Robinson, Cee Lo Green e Craig David.

    Leia tudo sobre: KissMichael JacksonGene Simmons

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG