Responsável pela série havia criticado a banda por não liberar músicas

Kings of Leon
AE
Kings of Leon
A troca de insultos entre os membros da banda Kings of Leon e o criador da série "Glee", Ryan Murphy, chegou a seu fim após meses de confronto gerado pela recusa do grupo a ceder uma música para o programa de televisão.

"Não há ressentimento", disse o líder da banda, Caleb Followill, durante sua apresentação no festival de Coachella, na Califórnia, após Murphy anunciar suas desculpas formais, segundo publicou nesta segunda-feira o site da CNN.

A briga começou em janeiro, quando Murphy criticou a banda que por sua vez não autorizou o uso da música "Use Somebody" na série de televisão, ao contrário da maioria dos artistas, como Britney Spears e Christina Aguilera.

"São uns egocêntricos e perderam a noção", criticou o diretor, enquanto o bateria do grupo, Nathan Followill, explicou que a banda tinha rejeitado a proposta porque não estavam familiarizados com a série.

Após dois meses, Murphy voltou atrás e se desculpou: "Quem sou eu para criticá-los? Não era o que queria dizer. Entendo completamente quando os artistas não querem que uma série ou outro artista interprete suas canções. De fato, eu respeito. É seu trabalho pessoal e eu me sentiria da mesma maneira", manifestou.

"Fico feliz que ele se desculpou", apontou Caleb. "Ficarei feliz quando não tiver nada no Google para ler sobre nós associado com 'Glee', será uma sensação maravilhosa", concluiu Followill.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.