Karina Buhr faz "segundo" lançamento do disco "Longe de Onde"

Cantora se apresenta no Auditório Ibirapuera, em São Paulo, no sábado; leia entrevista ao iG

Augusto Gomes, iG São Paulo |

A cantora Karina Buhr tem dois bons discos no currículo, "Eu Menti pra Você" (2010) e "Longe de Onde" (2011). Mas, por mais que seu talento esteja evidente nesses álbuns, é no palco que essa baiana criada em Pernambuco mostra todo o seu poder de fogo. Karina faz caras e bocas, grita, joga-se no chão, encara a plateia. Ao vivo, ela é um furacão.

Veja quem toca em sua cidade na agenda de shows do iG

Neste sábado, o público poderá ver a cantora em ação mais uma vez. A partir das 21h, Karina canta no Auditório Ibirapuera. Mostra, pela segunda vez na cidade, as músicas do disco "Longe de Onde". Estará acompanhada, mais uma vez, por sua excelente banda, que inclui dois dos melhores guitarristas do Brasil: Fernando Catatau (do Cidadão Instigado) e Edgard Scandurra (ex-Ira!).

Augusto Gomes/iG
Karina Buhr: show diferente para o Auditório Ibirapuera
"É uma espécie de segundo show de lançamento do novo disco", explica Karina, em entrevista por telefone ao iG . "No final do ano passado, tocamos no Sesc Pompeia, mas os ingressos esgotaram muito rápido e muita gente não conseguiu ver". Por isso, veio a vontade de um segundo lançamento num local maior – o Auditório Ibirapuera tem capacidade para 800 pessoas.

Augusto Gomes/iG
Banda de cantora tem agora duas guitarras
No repertório do show, músicas do segundo álbum misturadas com as canções "mais roqueiras" do primeiro. "No disco novo, eu quis fazer barulho. Ele começa bem pesado, depois vai ficando mais calmo", explica.

Karina fez um CD mais pesado justamente por causa de sua experiência no palco. "Antes do primeiro disco, minha banda não tinha guitarra. Agora tem duas. Quis levar isso para o disco."

Além de Catatau e Scandurra, o grupo ainda tem os músicos Guizado (trompete) e André Lima (teclado) e mais Bruno (bateria) e Mau (baixo), que já acompanham a cantora há mais tempo.

Veja letras e ouça músicas de Karina Buhr

Segundo Karina, o repertório do show não está definido. "Eu costumo trabalhar assim: tenho uma lista de músicas fechada, mas sei que ela pode mudar a qualquer momento", conta. "Dependendo de como está o público, podemos tirar uma música ou colocar outra. O bis geralmente é bem livre."

No caso do Auditório Ibirapuera, há um desafio extra: as dimensões do lugar, e o fato do público assistir ao show sentado. "Eu vejo o show do 'Longe de Onde' como algo para o povo ver de pé, dançando", explica. "Também gosto de olhar a plateia no olho, e lá no Ibirapuera não dá para fazer isso direito."

"O lado bom disso tudo é terei que fazer um show diferente do que estou acostumada, e isso é legal", continua. "Desse jeito, você descobre outras maneiras de se comunicar. Por exemplo, o fato de ser um teatro com as pessoas sentadas talvez faça com que elas prestem mais atenção nas letras, por exemplo."

Karina Buhr canta no Auditório Ibirapuera neste sábado, a partir das 21h. Os ingressos custam R$ 20 (estudantes pagam meia). O auditório fica dentro do Parque Ibirapuera (Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n, Ibirapuera), com entrada pelo portão 2 (carros entram pelo portão 3).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG