Jon Spencer retorna ao Brasil com o barulho da Blues Explosion

Trio faz shows em São Paulo e Brasília dez anos depois de tocar no país; iG entrevistou o líder

Marco Tomazzoni, iG São Paulo |

Getty Images
Jon Spencer grita em show da Blues Explosion em Chicago, no ano passado
Herói indie nos anos noventa, quando a Jon Spencer Blues Explosion estourou na cena norte-americana e até respingou no mainstream, lá pelo final da década, o senhor que dá nome ao grupo andava envolvido com outros projetos.

Nos últimos anos, fez shows e lançou três discos com o Heavy Trash, duo ao lado de Matt Verta-Ray que recupera o espírito do rockabilly. Recentemente, voltou a excursionar com a barulhenta Blues Explosion e retorna ao Brasil para duas apresentações – nesta quinta-feira (28), no Bourbon Street, em São Paulo, e no sábado, no festival Porão do Rock, em Brasília.

Ouça aqui músicas do Jon Spencer Blues Explosion

O último disco da Blues Explosion, "Damages", saiu em 2004. Depois disso, a banda entrou em recesso e só voltou no ano passado, ao lançar a coletânea "Dirty Shirt Rock 'n' Roll" e versões especiais dos álbuns anteriores.

Em entrevista ao iG de Buenos Aires, onde se apresentaria pouco depois, Jon Spencer disse que o grupo "andava quieto" para que eles pudessem trabalhar com pessoas diferentes, experimentar mais. Eles, entenda-se, são o próprio Spencer, na guitarra e voz, Russell Simins na bateria e Judah Bauer na outra guitarra – nunca houve baixo na formação.

A diferença entre os projetos atuais do ex-namorado de Winona Ryder reside na proposta. Enquanto o Heavy Trash explora a parceria com Verta-Ray por um viés retrô, quase uma homenagem, a Blues Explosion, como faz desde o início, pisa fundo na energia rock and roll. No palco, isso significa uma performance visceral, ou, nas palavras de Spencer, "punk e agressiva", "alta e intensa".

Mesmo se dizendo um ouvinte de Kanye West e do que toca atualmente nas rádios, o líder do trio admitiu que o passado continua sendo o ingrediente principal do que eles fazem. O presente, segundo Spencer, não conta muito. "Não temos uma identificação forte. Foi no passado que se fizeram os melhores discos e quando os estilos foram estabelecidos para sempre. O que se produz hoje em dia não vai resistir ao teste do tempo."

Esta será a terceira vez que Jon Spencer vem ao Brasil. Na primeira, em 2001, tocou no festival April pro Rock, em Recife, e depois fez, em São Paulo, dois shows na mesma noite – como o primeiro estava com os ingressos esgotados, o Sesc Pompeia decidiu abrir uma segunda apresentação, que também esgotou rapidamente. O roqueiro não lembra da ocasião, até porque, segundo ele, a sessão dupla não é tão difícil de acontecer e, em geral, prazerosa. "Dependendo da energia e do entusiasmo do público, fica bem mais fácil."

Divulgação
Russell Simins, Jon Spencer e Judah Bauer: a Blues Explosion
Depois, em 2009, já com o Heavy Trash, Spencer pode realizar um sonho: conhecer Zé do Caixão. Fã dos filmes do diretor brasileiro, conseguiu convencê-lo a participar de uma gravação na sede da MTV em São Paulo. "É um grande personagem, um artista muito interessante. Não sei exatamente como aconteceu, mas pedimos para que ele participasse e foi sensacional, inacreditável."

Nos dois shows previstos no Brasil, a preferência será por tocar músicas novas – o trio já tem por volta de seis, que devem dar origem a um novo álbum ("Estamos tentando planejar como entrar em estúdio para fazer isso"). De resto, será tudo no improviso, decidido na hora, em cima do palco.

"Nunca usamos setlist. Preferimos fazer algo fluído, focado no momento", garantiu Spencer. Por isso, esperam-se covers e músicas de todos os álbuns. As queridas pelos fãs, de discos como "Extra Width" (93), "Orange" (94) e "Acme" (98), podem entrar no pacote. "Se tem algo que queiram ouvir, é só fazer com que a gente saiba." Não custa tentar.

Jon Spencer Blues Explosion no Brasil

São Paulo
Quinta-feira (28)
Bourbon Street (400 lugares)
R$ 180 (pista), R$ 240 (mesa)
Abertura da casa às 21h; show às 22h30
Informações: (11) 5561-8199

Brasília
Sábado (30)
Festival Porão do Rock, complexo do Ginásio Nilson Nelson
Ingressos gratuitos, que podem ser impressos no site oficial

null

    Leia tudo sobre: jon spencerblues explosionmúsicashows

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG