João Bosco mostra clássicos e novidades em São Paulo

Músico se apresenta no Sesc Pompeia e faz mistério sobre parceria com Chico Buarque

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Agência Estado
João Bosco
Uma mistura de novidades com clássicos. Essa é a receita de João Bosco para as cinco apresentações que ele faz em São Paulo, a partir deste sábado (19). "Vou cantar várias músicas do meu último disco, 'Não Vou pro Céu Mas Já Não Vivo no Chão'", explica. "Mas, como já fiz o lançamento desse álbum na cidade há algum tempo, também vou cantar alguns sucessos mais antigos, que o público sempre pede. É verão, quero fazer algo bem gostoso, descontraído".

João cantará neste fará dois shows neste final de semana (sábado e domingo) e mais três no próximo (sexta, sábado e domingo), todos no Sesc Pompeia. No palco, ele estará acompanhado de três músicos - Ricardo Silveira (guitarra), Jamil Joanes (baixo) e Kiko Freitas (bateria). Para um artista que está acostumado a se apresentar tanto sozinho no palco quanto acompanhado de grandes orquestras, esse é um formato intermediário.

"Não tenho um formato preferido. Gosto tanto de fazer shows solo quanto de tocar junto com orquestras", explica, em entrevista por telefone ao iG. "O que muda é principalmente o meu jeito de tocar. Quando estou sozinho, o violão tem que preencher mais espaços. Num show com banda, isso não é necessário".

Apesar de "Não Vou pro Céu Mas Já Não Vivo no Chão", de 2009, ser o trabalho mais recente de João, ele tem um disco que chegou às lojas no ano passado, apesar de ter sido gravado em 2008. É "Senhora do Amazonas", criado em parceria com a orquestra de jazz NDR Big Band, da Alemanha. No repertório, sucessos como "A Nível De..." e "Bodas de Prata", além de canções de Tom Jobim ("Desafinado" e "Chega de Saudade").

"No meio do ano, vou fazer uma série de shows na Europa com eles", adianta. Por enquanto, não há planos de uma turnê conjunta com a banda pelo Brasil. "Eu já havia tocado com eles há alguns anos, fizemos shows na Sala São Paulo e no Teatro Municipal do Rio", relembra. "Mas era um repertório diferente do que está no CD. Essas apresentações inclusive foram gravadas, quem sabe no futuro podem dar origem a um DVD".

Nos intervalos entre um show e outro, João encontrou tempo para compor uma música em parceria com Chico Buarque. "Espero que ela entre no novo disco dele. Parece que ele vai gravar depois do Carnaval", conta. Mais, ele não revela - nem sequer o nome da canção. "Quando as coisas envolvem o Chico, é melhor não falar muito", despista.

João Bosco no Sesc Pompeia
Rua Clélia, 93, Pompeia
Sábado (19), Domingo (20), Sexta (25), Sábado (26) e Domingo (27)
Sexta e sábado, 21h
Domingo, 18h
Ingressos: R$ 8 a R$ 32

    Leia tudo sobre: João Bosco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG